Em Setembro: lê as entrevistas EXCLUSIVAS aos realizadores Miguel Gonçalves Mendes, Gonçalo Almeida e ainda ao Director do MOTELX Pedro Souto! =D

sexta-feira, 24 de abril de 2020

Covid-19 > 6 de X

Olá, boa noite.

Hoje, especialmente hoje, sendo véspera de amanhã, não podia de deixar de precaver-me e marcar o dia que ainda não se viveu, como o dia mais importante de hoje. Amanhã, vive-se todos dos dias.

Não publico nada, aqui, há 7 meses. Tenho estado com vários problemas há mais de um ano e, "a coisa", começou a afectar este meu espaço, desde então mas... o silêncio fez-se no "pós" Verão.

Tenho, juro que tenho, tentado voltar contudo, deixo vários textos a meio - quase que sem ânimo para seguir o caminho vazio das palavras. Escrever é um acto tão solitário que, o que mais tenho precisado, é de companhia. Está tudo bem, não se preocupem, os meus problemas estão identificados e estão a ser trabalhados. Nada de Saúde, nem comigo nem com a minha mãe. Apenas coisas da vida.

Vários textos há por publicar, todos eles seleccionados e com temas, não me adiantando agora sobre eles. Hoje, haverá uma reflexão sobre o dia de amanhã, na actual conjuntura em que todos vivemos.
Print Screen de hoje, às 20h10, no Johns Hokins University
Nunca viveu-se o Dia da maior Liberdade do ano, com maior restrições que hoje. Não há, evidentemente, Liberdade. A Democracia, está suspensa, pela primeira vez no nosso actual Regime Político. Repito: vivemos, hoje, num Estado sem escrutínio. Hoje, vive-se, sem Liberdade. Liberdade essa que faz com que cada um faça o que queira da vida excepto... há quase 6 semanas. Estamos, todos nós, privados da Liberdade. Até quando estaremos dispostos a isto? O que nos fará ceder primeiro: o chamamento da água salgada, e umas belas braçadas... na 19; ou a proposta de António Costa, de haver uma aplicação de monitorização do COVID-19? Quando recusaremos o inevitável?

É tão transparente como a água, que eu não irei "baixar" qualquer aplicação onde diga onde estou, ou se sou portador da doença X ou Y, ou ainda caso queiram saber mais alguma coisa. Não. Mas não... mesmo! Não podemos ceder os nossos dados - a nossa vida! -, em troca de um hipotético "bem maior". Hoje é o COVID e amanhã, será pelo quê? Não. E a homossexualidade? Prefiro voltar ao meu antigo telemóvel, do que ser seguido por um polícia ou, até mesmo, pelo meu vizinho. Não, não, não!

"Permanecer de pé até a Polícia vir"... Projecto de Sucessão, de António Maria Lisboa.



Como podemos lutar, resistir, e até... quiçá... pensar, se temos a barriga vazia? Continua a não estar tudo bem. Uma das áreas tão referidas ultimamente, e que bem necessita de dinheiro, são os artistas e, com isso, a Gestão dos Direitos dos Artistas, criou um Fundo de Emergência com o montante de 1 milhão de Euros, a ser distribuído por quem mais precisa (mais informações, aqui). Muito mais há a fazer. Muito mais pessoas há a necessitar de apoio. Ninguém pode esquecer... a Saúde Mental!

E quem já perdeu a Saúde Mental, foi Eduardo Ferro Rodrigues. Não é de hoje que este homem perde muitas oportunidades para ficar calado todavia, ultimamente, só diz merda. Estão milhões de portugueses a fazer um esforço hercúleo para ficar em casa, com menos rendimentos, e mesmo assim a quererem permanecer saudáveis (eles e os seus), e vem este estúpido dizer coisas execráveis?! Não quer "mascarados" no 25 de Abril? E quem é contra isso é fascista? Mas este homem está completamente louco! Por favor, destituam este homem! Deve haver algo, por certo, no Regimento da Assembleia da República, para tirar este homem de lá! Por favor, rápido! E depois vem a senil Graça Freitas, a dizer que não há problemas, porque a Assembleia da República é um "edifício grande"? Internem, imediatamente, estas suas personagens. Já passaram do prazo, há muito! Usem máscara!

Sem Liberdade, a revolta anda aí. França é só um exemplo. Temos de (continuar) de estar atentos.



Então a China, por intermédio da Universidade de Hong Kong, vem agora dizer que afinal o número de casos no país pode ser 4 vezes superior? Todos nós já percebemos que, todos os países, estão a mentir no número real de casos. No início deste texto, viram que existem 3 milhões de infectados contudo, o numero real, será bem pior. Portugal, mente nos dados. Por exemplo, na terra da minha mãe, já há casos confirmados! Em quase todas as aldeias e vilas portuguesas, há casos positivos. O número real de infectados é pior do que o anunciado. Eis os dados de hoje da DGS: Confirmados - 22 797; Recuperados - 1 228; Óbitos - 854; Suspeitos - 227 393; Amostras - 315 758; Número de casos Internados - 1068 e; Número de casos Internados em UCI - 188. Dados oficiais, não são dados reais.

E termino como comecei. A exaltar o dia que é amanhã. O 25 de Abril, é tão importante nas nossas vidas! Mais do que cantorias à janela, buzinadelas ou concertos em directo nas Redes Sociais, o que realmente é preciso.... é lutar pela manutenção da nossa Liberdade e, também ajudar pela Liberdade dos outros. Ainda agora no Brasil, Sergio Moro, abandonou o Governo de Bolsonaro... óbvio que não virá daí nada de bom! Agora, todos nós nós, juntos, temos de permanecer n'O dia inicial inteiro e limpo. Continuar a fortalecer a Democracia, através de opiniões, acções e questões. É importante, aliás, é vital, continuar a luta. Lutar sempre! Luta por ti! Luta por mim! Luta por todos nós! Lutemos pelo Amor!

Porque a nossa Liberdade, foi tão importante para tanta gente, pá. Viva ao 25 de Abril! Sempre! =D




Beijinhos e portem-se bem!! ;)

Sem comentários:

Publicar um comentário