Dia 3 de Junho, acontecerá o 8º Jantar Anual da Blogosfera! Para mais informações ou inscrições no jantar, enviem-me e-mail: adolescentegay92@gmail.com

sábado, 21 de dezembro de 2013

Pai, Mãe - Sou GAY

Olá a todos!

Já não vinha cá há muitos meses, não por não gostar de vocês, mas porque a vida não se proporcionava a isso.

Sinto necessidade de vos contar algo que... nunca tinha imaginado.
Contei, há poucas horas, que sou gay aos meus pais.

Como me estou a sentir?? Mal!

Mal porque sempre fui adepto da frase "ninguém tem nada a ver com quem eu durmo" e, de repente, sou forçado a contar o meu maior Segredo, principalmente quando as coisas estão negras.....

A minha mãe está mal - vai ser operada em Janeiro e vão lhe tirar o ovário e a trompa, tem vários quistos e vão lhe tirar tudo.... já para não falar da mama e do problema que já tem no joelho...

O meu Pai - está farto de discutir comigo e com a minha mãe, anda a chegar a casa perto das 2 da manhã....
diz que faz isto e aquilo...

Como eles reagiram? Mais ou menos.

O meu Pai disse que já sabia e que não era surpresa nenhuma.
A minha Mãe é que ficou para morrer, dizia que se sentia "enganada"...

Como reagiram ao facto do meu ex querem lixar-me a vida? Mal!

A minha mãe disse para nós falarmos como adultos.
O meu pai disse - "quando o vir, mato-o"....

Como está a situação neste momento? Melhor...

Estou no quarto, sozinho, a tentar manter-me lúcido e minimamente "normal"

Ontem o meu irmão vez 30 anos e a minha mãe não lhe deu os Parabéns porque ele não nos fala, ela esta a passar por um divorcio, vai ser operada em Janeiro e descobre que tem um filho gay.....


O que vou fazer agora?

Não sei... espero ser iluminado por uma entidade superior e que me conduza a um caminho menos penoso e sombrio que tenho tido desde que tive esta minha ex-relação.

É triste ter tido uma relação com alguém que nunca sobe tratar-me como um igual, nunca sobe valorizar quem tinha a seu lado e ainda nem faz jus a sua carteira profissional...


Agora, o que vou fazer?

Vou, tentar, aguentar as pontas... não é o fim do Mundo, mas é uma situação deveras complicada...


O que preciso agora? De um abraço e de umas palavras.

Como estou fisicamente? A chorar.

Como estou psicologicamente? Tranquilo.

O que mais desejava neste momento? Sentir-me amado.


Sei que este texto não me vai sarar as feridas, nem vai apagar o que vivi... mas espero que me seja útil, ao menos, para desabafar.


É feio como tudo isto se passou em sem razão aparente... é muito triste. Triste quando alguem que nos disse que amou fazer-nos as maiores maldades e atingir-nos nas nossas maiores fraquesas.

Agora as coisas estão diferentes - já não tenho de esconder que sou gay, mas, é certo, que não vou passar a ir ás Marchas de Orgulho Gay e afins..... eheheh

Há algo engraçado no meio de isto tudo: hoje é dia 21 e tenho 21 anos e é mês 12 e estamos num ano de azar - 2013!

Mas, bem, o importante é confiar em nós mesmos e no futuro que, será bem melhor que o presente!


Beijos!