Neste mês do Orgulho Gay, irei revelar NOVIDADES! Aguardem por PASSATEMPOS e muito mais! =D

sexta-feira, 1 de junho de 2018

Tricky Line Modus Vivendi

Olá rapazes!

Muitos já começaram as férias e, apesar deste tempo, é altura de irmos refrescar-nos! Contudo, temos de vestir o ideal para uma ida à praia, ou à piscina. Para esta tarefa, contamos com a Modus Vivendi!
Saibam mais sobre estas cuecas de banho
Linha Tricky é composta por cuecas, tanga e boxers. Poderão encontrar estas peças em preto,
azul e cinzento! =P Esta linha de praia, é super confortável - as costuras da cintura e pernas,
estão escondidas debaixo do tecido. O logótipo Modus Vivendi, está discreto no meio do cós.
Saibam mais sobre esta tanga de banho
Estas peças, são feiras a partir de um tecido brilhante, leve, e semitransparente. A linha Tricky ainda transforma todas as peças numa versão mini - mais sexy - através de um anel de fita de tecido. E, não menos importante, estas fotos foram tiradas em Halkidiki, Grécia. O modelo é o Sotiris Thomaidis.
Saibam mais sobre estes boxers de banho, toalha do modelo, e ainda toalha ao lado
Para quem faz desporto de forma amadora ou profissional, pode adquirir produtos da PROZIS
com 10% de desconto em todo o site através do código AG10!!! Vá, poupem dinheiro!

Tadito do Sotiris! Não estão a ver a posição dele? Deve estar com frio o rapaz!... 'bora aquecer? =P




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

P.S. - Brevemente, saberão como poderão ganhar peças à escolha da Modus Vivendi...! Isto promete!!!! =D

terça-feira, 29 de maio de 2018

Os checos da Eurovisão

Olá!

Os checos são melhores que as checas (mas nada ultrapassa a qualidade dos cheques!)!! Sim, lambuzei-me com a malta que andava no Vasco da Gama, uma semana antes da Eurovisão!
Como já tinha dito, no Dia da Mãe, fui com a minha mãe ao cinema mas... também andamos a passear pelo centro comercial. Para onde fomos? Simples, Vasco da Gama! Chegamos lá perto da hora de almoço, fomos logo comprar os bilhetes para os Vingadores, e depois fomos passear.

Enquanto víamos montras e entravamos em algumas lojas, a fome já manifestava-se e, então, resolvermos ir almoçar. Onde fomos? Loja das Sopas. A-DO-RO aquela sopa "Rica em Frutos do Mar", aliás, lá é a única que como. Se não há essa sopa, vou para outro restaurante. Eu pedi uma dose de sopa (que é bem grande!) com courtons, e a minha mãe meia dose da Sopa da Pedra, com um crepe de legumes e camarão. Enquanto eu ficava na fila, a minha mãe foi procurar lugar para os dois.

Com os tabuleiros, lá fui, para perto do KFC. Ficamos entre um casal de velhotes, e dois gajos. Quando sentei-me, apercebi-me logo das fitinhas que tinham ao pescoço (badge), com a identificação da Eurovisão. Vi também, que tinham duas bandeirinhas de um país que não sabia identificar (que depois fui investigar, e eram da República Checa). Eles, naturalmente, falavam numa língua que eu não conhecia (não, se fosse inglês eu percebia!) e pareciam bem dispostos. E gays também.

Eles já tinham acabado de comer e eu, que fiquei com um ratinho depois da sopa, resolvi comprar dois pedaços no KFC (já não comia nada desta marca, há anos!!). Entretanto, foram-se embora. Houve trocas de olhares? Sim, principalmente com o mas mais magro que era giro que se fartava!!
Visto que também já tínhamos terminado, e já eram quase 14h20 - era hora de irmos para o cinema.

Estávamos nós a ir para o cinema quando, começo a ver, uma data de gajos enormes, giríssimos, e ligados à Eurovisão! Eu sei lá se eram checos ou o caralho, mas que eram MARAVILHOSOS, lá isso eram!! =) Todo o Vasco da Gama, neste dia, estava repleto de malta relacionada com a Eurovisão! Pessoal mais velho, mulheres, gays... de tudo um pouco! Mas uma coisa é certa, é malta de farra!

De todos aqueles que vi lá naquele dia, não consigo escolher um. Cada um deles, tinha as suas características, e traços de beleza nacionais. Era gente sorridente, e que estava cá para divertir-se. Mas lá está, se eu tivesse uma cama redonda... upa upa!!

Hoje à noite estou com umas ideias... Muahahahahah!! =P




Beijinhos e porta-te mal!! ;)

sexta-feira, 25 de maio de 2018

Vingadores: Guerra Infinita

Boa noite.

Tudo pelo equilíbrio, é o mote do mais recente filme da Marvel... Ou era, até a estreia de Deadpool 2!
Fui ver os Vingadores, com a minha mãe, no Dia da Mãe. Sobre este dia, relatarei na terça-feira mas hoje, falarei sobre este filme extraordinariamente surpreendente, e emocionante! Foi incrível, porra!
Entre os filmes que estavam disponíveis, este foi o que nos pareceu melhorzito. Tínhamos a merda
do Rampage, ou Um Lugar Silencioso. Bom, a escolha recaiu sobre o mais óbvio, os Vingadores!!

Fomos para a sessão das 14h20 e, a sala, estava... cheia! Muitas famílias com miúdos pequenos, muitos adolescentes... enfim, sabia que estava num filme bem comercial! Eu acho sempre estranho quando a Marvel (ou a DC), apostem todas as personagens num só filme. Aliás, até sei porque o fazem, são espertos, mas cada vez que o fazem, têm de matar um leão cada vez maior... e maior...
e maior. Resulta? Sim. Durante quanto tempo? O tempo que eles quiserem que dure, mas a receita esgota-se, porque deixa de ser novidade. Se concordo com isto? Sim, desde que resulte num bom filme! E, neste caso, resultou num excelente filme de acção, onde deu lugar para emocionar-me.

Logo no início, a cena emocionante de Thor com Loki. Depois, apareceu o Dr. Estranho e a Pantera Negra que, eu, não conhecia. Tal como não conhecia inúmeras personagens, como o (ou será "a"?) Visão, e outros que pertencem ao lado "Negro da Força". Não faço puta ideia do que seja Wakanda e, admito, isso não facilitou muito o entendimento do filme pois percebi que faltava-me ver uns filmezitos... Mas enfim, consegui distinguir os bons dos maus e, isso, é o que importa!! =P

No ano passado, quando vi os "Guardiões da Galáxia 2", e referi que os universos da Marvel iam-se cruzar e, acabaríamos por ver estas personagens com o Homem de Ferro, nunca imaginei que seria tão rapidamente! E, qualquer dia, são os X-Men! O que achei super fofinho, neste filme, foi a Gamora e o Groot. Ver o impacto que a Gamora tem sobre o Thanos, é incrível! Thanos, ao longo de todo o filme, vai ficando mais e mais denso! Isso é que se quer, boas personagens e, os maus, têm a sua razão de ser. Vê-la pequena e, ser moeda de troca para a pedra da Alma... foi muito bonito! E fez sentido! =D

Algo para rir, foi a cena do anão que afinal era gigante. O actor é já conhecido por todos nós, é o Peter Dinklage, e entra n'A Guerra dos Trocos! Enfim, percebi a sua existência - visto que os filmes vão continuar, e ele é um ferreiro XPTO, eles irão continuar a precisar dele logo, haveria necessidade de pôr lá um actor conhecido. Ou então nada disto vai acontecer, e contrataram-no só porque sim! XD

Resumindo e baralhando: adorei o filme e, senti necessidade, de ver os outros que ainda não vi!




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

terça-feira, 22 de maio de 2018

À descoberta de Lisboa 8/8

Olá!

E hoje termina a rubrica "À descoberta de Lisboa". Durante os últimos meses, dei-vos a conhecer, através dos meus olhos, algumas zonas da nossa cidade que tem tanto de turística, como de bela.
No entanto, no ano passado, dei-vos a conhecer bem de perto, os maiores veleiros do Mundo!! =)
Praça do Martim Moniz
Voltamos ao bairro da Graça. Voltamos à colina mais alta de Lisboa e, naturalmente, onde se encontram os miradouros com melhores vistas para a cidade. Pelo que, este bairro, não tem um, mas sim dois miradouros: O Miradouro da Graça (poderão ver o que já disse, aqui), e o Miradouro da Senhora do Monte (que se situa no ponto mais alto do bairro). Dois miradouros... a malta que vive neste bairro, deve ter umas excelentes pernas e uns óptimos glúteos!! Não é para todos!! Ahahahah!
Vista do miradouro
Hoje, é a vez do Miradouro da Senhora do Monte, pois é a capela que lá se encontra, que dá nome a este local. Aqui de cima, podemos ver o estuário do Tejo, o Castelo de São Jorge, a Baixa Pombalina, o Bairro Alto, a serra de Monsanto, e a Avenida Almirante Reis. Junto à capela, podemos ver, uma pequena imagem da Senhora do Monte. No painel de azulejos junto à capela, ainda conseguimos identificar vários dos monumentos que dá para ver a partir daquele local. Um local bem alto este!!!
Senhora do Monte
Durante estas semanas, e após o seu anúncio, podemos então descobrir o Miradouro das Portas do Sol, a fachada d'A Voz do Operário, o Miradouro de Santa Catarina, o Miradouro de Santa Luzia, o
Miradouro da Graça e ainda, fomos ao Mercado de Santa Clara onde está, às vezes, a Feira da Ladra!
Interior da capela da Senhora do Monte
O grupo Dschinghis Khan, hoje em dia, conta apenas com dois dos elementos originais. Conta apenas, com as mulheres! Tal como tinha referido anteriormente, dois já faleceram e, outros dois, afastaram-se do projecto. Devido ao sucesso da Internet, e aos hits dos anos 80, o grupo voltou a reunir-se em 2006 e, desde aí, não tem parado. As aventuras deste grupo, ainda não terminaram! E, eu, adoro-os!! =P




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

sexta-feira, 18 de maio de 2018

O Leão somos nós

Boa noite.

Sou sportinguista. Não daqueles ferrenhos, que vai ao estádio e chamada nomes aos adeptos de outros clubes. Sou, discretamente, sportinguista. Daqueles que ouve os outros falar e, quando perguntam "De clube és?", digo que não ligo a futebol. Sou, liricamente, um leão adormecido.
Rui Patrício
O que aconteceu na terça-feira, foi um acto indescritível. Bárbaro. Sem qualquer parecença com a nossa cultura pacifista, e humana. Aqueles homens, invadiram um local de aprendizagem, e naturalmente seguro, para praticarem o oposto daquilo que é suposto acontecer num desporto colectivo.

A responsabilidade está, obviamente, no Bruno de Carvalho. É por ter sido ele, a mandar a claque, agredir os jogadores com cintos, tochas, e barras de ferro nas pernas e na cabeça dos jogadores e da equipa técnica? Bom, eu penso que a ordem partiu dele mas, mesmo que tal não seja assim, ele é o responsável máximo pela segurança em Alcochete logo, deve rolar a cabeça dele.

O Sporting, mais do que um clube de betos, é uma marca que sempre se pautou pela dignidade e pela justiça. Os casos que agora aparecem de corrupção, em relação ao SCP, envergonham-me. O Sporting, não é um Presidente, é um ideal, é uma cor, é um só hino. O Sporting, mais do que "um dos três grandes", é o maior em dignidade e respeito pelo adversário. É certo que, historicamente, é um "cemitério de treinadores". É certo que não é o que mais paga aos jogadores. E também é certo, não é o que mais ganha títulos. Mas, é o que tem um só ideal, uma só cor, e um hino unificador.

Que me lembre, fui só uma vez ao estádio de Alvalade ver o Sporting. Se não me engano, fui ver o penúltimo jogo enquanto Paulo Bento era o treinador. Na altura, já havia um grande mau-estar e pensava-se que aquele era o último jogo mas não, não era. Fui ver o (a net tem coisas fantásticas!) Sporting-Marítimo, na 9ª jornada, a 1 de Novembro de 2009, onde empataram a um golo (sobre este jogo, afinal, já tinha escrito em Novembro de 2009). Não sou, assim, um adepto ferrenho.

Nenhum adepto do Sporting, ou até mesmo, de futebol, poderia ter aquele tipo de acções. Agrediram, na cabeça, o Bas Dost. Trataram mal o meu querido - e, na minha opinião, o melhor jogador português - Rui Patrício. Ele já no Europeu, tinha sido considerado o melhor guarda-redes! Não, não merecia ser assim tratado. O futebol nacional, e os adeptos dos vários clubes, devem apaziguar os ânimos.

E o futuro. Há futuro depois disto? Domingo saberemos quem vai ganhar a Taça de Portugal contudo, creio, que a equipa irá jogar porque sim, fazer "corpo presente". Não condeno. Se fosse eu, manda tudo pó caralho, e não ligava ao resto. Mas eles têm advogados, empresários, e deviam ter sido aconselhados a jogarem. Depois disto tudo, a segunda-feira deverá ser um dia decisivo!...

Entristece-me ver estas coisas. Esta maldade porque sim. Gente que não presta. Para quê?

Isto é o Desporto. Isto é a América. Isto é o Mundo.




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

terça-feira, 15 de maio de 2018

Eurovision Grand Final Lisbon 2018 All Aboard

Stop voting now!

Olá fãs da Eurovisão!

Como tenho feito nos últimos anos, eis o meu "Relatório Opinativo" sobre a Eurovisão (poderão ver o que disse no ano passado, no que diz respeito à 1ª Semi-Final, 2ª Semi-Final e à Grande Final 2017)!

Antes do início da Grande Final, são entregues os prémios Marcel Bezençon.
E, estes, foram entregues nas seguintes categorias (podem ver o momento aqui):

Composer Award Bones, Bulgaria
Artistic Award Fuego, Cyprus
Press Award Mercy, France

Só para recordar que, no ano passado, Portugal ganhou o Composer Award e o Artistic Award!

Hélder Reis e Nuno Galopim, estiveram na cabine do Altice Arena, a relatar todos os acontecimentos!

E assim, Portugal recebeu o Mundo! A seguir ao genérico, Ana Moura e Mariza, encantaram o Mundo, os nossos corações, e mostraram que o fado é parte da cultura portuguesa! Lindo!!



Logo após, e como é tradição, decorreu o "Desfile das Bandeiras", onde todos os interpretes desfilam, por ordem de actuação. Podem ver esse o momento aqui.

Eis o meu "Relatório Opinativo" sobre a Grande Final da Eurovisão (poderão ainda ver o que disse sobre a 1ª Semi-Final e sobre a 2ª Semi-Final)!

Ao clicarem em cada país, serão reencaminhados para a actuação que fizeram nesta Grande Final!
Se clicarem no local de gravação de cada postcard, irão ter uma experiência de 360 graus... =P

(O postcard deste país, foi gravado em... Vila Nova de Milfontes!)
01 Ucrânia - Ele tem uma voz potentíssima! Usa-se fogo até dizer chega! A actuação é boa? Sim... =/

(O postcard deste país, foi gravado nos... Açores [São Miguel]!)
02 Espanha - Este país ganhou em 1968 e em 1969. Alguém que diga a estes dois que enganaram-se no palco? A Eurovisão Junior não é aqui!! Parecem dois putos, principalmente ele. E ele, também tem uma voz estranha... Tudo ao lado Espanha, tudo ao lado!! =/

(O postcard deste país, foi gravado nos... Açores [Faial]!)
03 Eslovénia - Canta em esloveno. Cabelo cor-de-rosa... hm... nada original na edição deste ano. O ritmo desta música, sempre dá para dançar de uma forma sexy à frente do espelho. Aquele aparente acidente (quando a música deixa de tocar), não sei se teve assim muita piada... Não, não teve!

(O postcard deste país, foi gravado no... Caramulo!)
04 Lituânia - É uma canção sobre o amor nas pessoas mais velhas. Há qualquer coisa na voz dela que não gosto. Não gostei da actuação. Não gostei da balada. Em suma, não gostei de nada. lol

(O postcard deste país, foi gravado em... Monsanto!)
05 Áustria - O "La Féria" está aqui!! Ela canta muito bem, as luzes estão incríveis! Tem é aquela particularidade como a Madonna... E este rapaz, foi o primeiro a vir para gravar o seu postcard!

(O postcard deste país, foi gravado em... Sintra, ela subiu o Penedo da Amizade!)
06 Estónia - Canta ópera em italiano. As projecções no vestido dela, faz-me lembrar o que já tinha acontecido em 2015 com a cantora russa. Contudo, é uma incrível canção. Uma voz potentíssima!

(O postcard deste país, foi gravado em... Lisboa [em Xabregas experimentou arte urbana]!)
07 Noruega - E não é que o vencedor de 2009 voltou (e faz anos hoje)?! Tocar instrumentos imaginários, ter uma atitude mais nightfever, disco, funk e fogo de artifício, não é o que esperava dele. Lá voltou a ter o violino mas... A música é gira. Oiço uma vez e chega... aborrece-me.

(O postcard deste país, foi gravado em... Lisboa [no Navio Escola Sagres]!)
08 Portugal - A canção é dedicada à avó da Isaura. A canção é gira. Mas melhora quando a Isaura entra, e a música altera-se. Mas eu sou assim, tal como a música, e sou fiel à qualidade.

Intervalo para as televisões.

(O postcard deste país, foi gravado nos... Açores [em São Miguel, foi ao Chá Verde]!)
09 Reino Unido - Canta bem, mas teve um enorme azar durante a sua actuação. É tão triste ver um espectáculo destes, o maior do mundo na área da música, ver assim violado, todos os anos, por um maluco. Não imagino o pânico, e o medo, que ela sentiu naquele momento. Aquele homem, estragou o momento de uma vida, com aquela acção (ver o momento, aqui) e com a frase "For the Nazi's of Uk media. We demand freedom. War is not peace.". Contudo, ela já falou do que lhe aconteceu.

A Filomena Cautela fala com o participante da Ucrânia. 

(O postcard deste país, foi gravado no... Porto (em Vila Nova de Gaia, nas caves do vinho do Porto!)
10 Sérvia - Tradução do título da música é "nova criança". Estava-me a dar sono, até ao momento que surgiram as batidas, e comecei a dançar aqui em casa como se estivesse numa discoteca! A música é engraçadita, mas o que safa mesmo são as batidas (e as raparigas são giras que se fartam!)!! Tem ali algo de música tradicional e, isso, agrada-me muito!

(O postcard deste país, foi gravado na... Madeira [Calheta]!)
11 Alemanha - A música é dedicada ao pai dele. A canção é gira, e o rapaz também, mas não é assim grande coisa (a música, entenda-se).

(O postcard deste país, foi gravado em... Aveiro!)
12 Albânia - Foi o cantor (um homem do Rock) que compôs a canção. Canta na língua materna, e fala da força de dois corações (onde já vi isto?). Gosto da roupa da malta em palco. As luzes, cenário, e a sua voz - são bons! A realização, claro, ajuda. Por mim, vai à final! =D

(O postcard deste país, foi gravado em... Viana do Castelo!)
13 França - Canção sobre os refugiados. E é linda, linda, linda! A batida! A voz dela! Tudo!!!! =D

(O postcard deste país, foi gravado em... Podence!)
14 República Checa -  Boa batida, jovem, e urbano! Música tipo Pop, Hip Hop! Aquele abanar de rabo dos três pareceu-me tãããããããooooo gaaaaayyy!! Enfim, depois aquele ar de nerd... Dá um bom espectáculo de cor e fumos... mas será uma canção vencedora? Nop!

(O postcard deste país, foi gravado em... Mafra!)
15 Dinamarca - Cruzam Pop com Hip Hop, e tem inspiração Viking! O cantor faz-me lembrar aqueles filmes com vampiros. Ou o Game Of Thrones. Mas tem uns olhos azuis bonitos (ao menos isso). Cantam a história pacifista, do século XI, onde um Chefe Viking recusou-se a combater e lutou pela paz.

(O postcard deste país, foi gravado em... Lisboa [em Alfama, fez uma guitarra]!)
16 Austrália - "Minha querida, não apontes o micro ao público quando este não canta... sabes, dá mau aspecto. Sei que fazes a festa sozinha e, de facto, a música pede isso mas... não me agradas nada".

Intervalo para as televisões.

Homenagem à primeira vencedora da Eurovisão, que faleceu, deixou-nos com 94 anos.

(O postcard deste país, foi gravado em... Albufeira!)
17 Finlândia -  Música eurovisiva! Com ritmo, cor, dança... Canta muito bem, fogo de artifício e quedas dramáticas... tanto coisa estudada e antiga, que até entedia!

(O postcard deste país, foi gravado em... Lisboa [no eléctrico 28 e no elevador de Santa Justa]!)
18 Bulgária - Cantam em inglês (a banda foi criada para a Eurovisão, e conta com 3 búlgaros e 2 cantores norte-americanos), e a música é sobre o Amor mais profundo... O ritmo desta canção é completamente eurovisiva mas, sinceramente, não me agrada... será pelas vozes tão diferentes que a constituem?!

(O postcard deste país, foi gravado em... Vidago!)
19 Moldávia - Cantam em inglês. Música animada, cómica, contam uma história. Tem piada, dá para abanar os ossos e cantarolar! Mais vale actuações deste géneros, do que outras à beira de um suicídio.

(O postcard deste país, foi gravado na... Serra da Estrela!)
20 Suécia - Boa música! Boa vibe! Bons passos de dança! Boa realização! Dá aquela vontade de ir batendo o pé e, depois, saltar da cadeira, e ir dançar ao ritmo da música. Sim, a Suécia sabe muito bem o que faz (a tia dele, ganhou a Eurovisão, no ano de 2000)! Disco! =D

(O postcard deste país, foi gravado em... Óbidos!)
21 Hungria - Cantam em húngaro. Finalmente, metal à séria! E o vocalista está descalço... apesar do fogo usado, de gritos, de um vocalista ser levado em ombros pelo público... não ganharão.

(O postcard deste país, foi gravado em... Lisboa [num Rooftop]!)
22 Israel - Não gosto da música. Acho-a uma grandessíssima merda. Aquelas dançarinas... WTF?! A imitar galinhas... WTF?! Aí Calvário, volta, que estás perdoado! A cantora tem uma voz potente, mas a música de merda só a estraga. Como diria Herman José: parece a Cristas, a tomar metadona!
E sim meninos, eu li a letra... e depois? Continua a ser muito insuficiente, aliás, uma merda!


A actuação após saber da vitória!

(O postcard deste país, foi gravado em... Lisboa [foram ao Castelo de São Jorge]!)
23 Holanda - Ele participou em 2014. A batida é boa, estilo country/rock. Aquele bailarino tinha aprendido a coreografia com base no "Daddy Cool"... A música não é extraordinária, mas tem qualidade.

(O postcard deste país, foi gravado na... Madeira!)
24 Irlanda - Uma balada, como a Irlanda já nos habituou. E gay. É lindo ver o Pavilhão Atlântico cheio de luzinhas de telemóvel. E é isto que deve ser a Eurovisão: um quebrar de barreiras, uma celebração ao Amor, onde não é preciso "fogos de artifício", bastando haver dança contemporânea (e espuma... alguma espuma)! =P

(O postcard deste país, foi gravado em... Lisboa [no Mercado da Ribeira, com a Justa Nobre]!)
25 Chipre - Ela é albanesa. Aiiiii que fuego que se acendeu em mim! Música vibrante! Actuação vibrante! Ritmos vibrantes! Fica no ouvido, e dá aquele piscar de olho aos países do sul! Go girl! Gosto!

(O postcard deste país, foi gravado no... Porto [no Mosteiro de São Bento da Vitória]!)
26 Itália - Um tema importantíssimo! Tal como França! E isto é a Eurovisão, é um registo histórico e sociológico importantíssimo! O terrorismo está presente na Paz europeia! É essencial que o medo não vença, mas sim a poesia e a cultura! As causas sociais devem unir os povos e, Itália (como França), fizeram-no e assim mostraram a importância destes estarem nos Big Five! Obrigado Itália! E a música, tal como a canção, são óptimas! Óptimas vozes! O momento alto da noite! Paz.



Enquanto ocorria a votação, os ritmos portugueses voltaram a subir ao palco (video acima) e, como sempre, Sara Tavares não nos desiludiu! A seguir, um momento cómico a mostrar porque Portugal nunca ganhou a Eurovisão e, como esta, nos via (a Eurovisão era protagonizada pela Ana Bola!), lindoooooo!! Por fim, o grande momento da noite: Salvador Sobral cantou "Mano a Mano" (uma canção incrível!) e ainda cantou com Caetano Veloso (sempre com o incrível Júlio Resende ao piano!)!! Podem ver este momento, no vídeo seguinte... oiçam, particularmente, o piano...!



Após o fecho das votações, começou a viagem por 43 países, para ouvir os votos de todos eles (podem ver o momento aqui) e, aqui, os pontos fora muito divididos entre Áustria, Suécia e Israel. Contudo, tudo mudou com o televoto. No último momento ficou-se a pensar que seria Chipre ou Israel... enfim, ganhou aquele país que já conhecemos, 20 anos depois de Dana ter ganho!

Parabéns Israel! Eis o quadro final de classificações! Obtiveram 529 pontos (e Portugal 39)!! =D


Para quem quiser ver toda a Grande Final 2018. E, já agora, a Press Conferece.


Beijinhos e portem-se mal!! ;)

sexta-feira, 11 de maio de 2018

Second Semi-Final Lisbon 2018 All Aboard

Europe (and Australia) start voting now!

Olá fãs da Eurovisão!

Como tenho feito nos últimos anos, eis o meu "Relatório Opinativo" sobre a Eurovisão (poderão ver o que disse no ano passado aqui)!  Vejam também o relatório sobre a 1ª Semi-Final 2018!

E assim, Portugal recebeu o Mundo!



Hélder Reis e Nuno Galopim, estiveram na cabine do Altice Arena, a relatar todos os acontecimentos!

Algo importante que devemos ter em conta é que, a primeira canção que ontem actuou, foi a canção 1500 da história da Eurovisão. Já imaginaram, 1500 músicas? É, de facto, um concurso incrível! =)
Infelizmente, esta semi-final, achei-a consideravelmente menos renhida que a anterior. A meu ver, não havia 10 canções suficientemente boas para a final e, na anterior, houve boas que não passaram...

Em Portugal, não podemos votar desta vez mas... podemos dar os nossos palpites, né?! =P

Eis os meus apontamentos.
Ao clicarem em cada país, serão reencaminhados para a actuação que fizeram.

(O postcard deste país, foi gravado em... Lisboa [em Xabregas experimentou arte urbana]!)
01 Noruega - E não é que o vencedor de 2009 voltou (e faz anos a 13 de Maio)?! Tocar instrumentos imaginários, ter uma atitude mais nightfever, disco, funk e fogo de artifício, não é o que esperava dele. Lá voltou a ter o violino mas... A música é gira. Oiço uma vez e chega... aborrece-me.

(O postcard deste país, foi gravado em... Arouca!)
02 Roménia - Ela usa um vestido roxo muito giro! Grande voz. Enche o palco (os bonecos ajudam), e a música é muito potente! Esperava um momento alto da actuação, para dar 20 valores, mas... não veio a acontecer. =/ Faltou ali qualquer coisinha...

(O postcard deste país, foi gravado no... Porto (em Vila Nova de Gaia, nas caves do vinho do Porto!)
03 Sérvia - Tradução do título da música é "nova criança". Estava-me a dar sono, até ao momento que surgiram as batidas, e comecei a dançar aqui em casa como se estivesse numa discoteca! A música é engraçadita, mas o que safa mesmo são as batidas (e as raparigas são giras que se fartam!)!! Tem ali algo de música tradicional e, isso, agrada-me muito!

(O postcard deste país, foi gravado na... Madeira!)
04 São Marino - Jessika é maltesa, e Jenifer é alemã. Uma actuação muito pobre. O que salvou foram os robots... e sim: o tamanho importa!!! =P

(O postcard deste país, foi gravado em... Mafra!)
05 Dinamarca - Cruzam Pop com Hip Hop, e tem inspiração Viking! O cantor faz-me lembrar aqueles filmes com vampiros. Ou o Game Of Thrones. Mas tem uns olhos azuis bonitos (ao menos isso). Cantam a história pacifista, do século XI, onde um Chefe Viking recusou-se a combater e lutou pela paz.

(O postcard deste país, foi gravado em... Lisboa [foram ao Oceanário]!)
06 Rússia - A primeira vez que ela viu o mar, foi em Portugal e, é portadora de deficiência. À semelhança com a Estónia, usa projecções para animar a actuação, estando ela no "cume de uma montanha". Tem dança contemporânea. E, há um ano, ela deveria ter representado a Rússia em Kiev, mas não pode ir (assim, no ano passado, a Rússia não participou na Eurovisão).

Intervalo para as televisões. Enquanto isso, a Filomena Cautela,  falou com os participantes da Noruega, São Marino, e da Dinamarca (OMFGGGG o loiro que fica ao lado dela, é lindoooo).

(O postcard deste país, foi gravado em... Vidago!)
07 Moldávia - Cantam em inglês. Música animada, cómica, contam uma história. Tem piada, dá para abanar os ossos e cantarolar! Mais vale actuações deste géneros, do que outras à beira de um suicídio.

(O postcard deste país, foi gravado em... Lisboa [foram ao Castelo de São Jorge]!)
08 Holanda - Ele participou em 2014. A batida é boa, estilo country/rock. Aquele bailarino tinha aprendido a coreografia com base no "Daddy Cool"... A música não é extraordinária, mas tem qualidade.

(O postcard deste país, foi gravado em... Lisboa [em Alfama, fez uma guitarra]!)
09 Austrália - "Minha querida, não apontes o micro ao público quando este não canta... sabes, dá mau aspecto. Sei que fazes a festa sozinha e, de facto, a música pede isso mas... não me agradas nada".
E assim estava ontem o Atice Arena
(O postcard deste país, foi gravado em... Lisboa [na celebração do Ano Chinês, multiculturalidade]!)
10 Geórgia - Cantam em georgiano, numa fusão de vários géneros musicais. É de louvar cantarem na língua materna, mas não me diz nada... =/

(O postcard deste país, foi gravado na... Ericeira!)
11 Polónia - O cantor é sueco. A música é fofinha (electrónica). Animada, colorida e com uma boa voz - é eurovisiva! Com muito fogo de artificio contudo... apenas podiam dizer ao DJ, para não fazer aquelas cenas com as mãos?! É que é estranho...

(O postcard deste país, foi gravado em... Alter do Chão!)
12 Malta - Ela canta em inglês, e é apresentadora de TV. Muito fogo usam, e muitos raios laser - para quê, se a música não vale nada??? Em bom português: é uma grande merda, basicamente.

Intervalo para as televisões. Enquanto isso, a Filomena Cautela,  falou com os participantes da Rússia, Polónia e Austrália. E ainda ofereceram a todos, da Green Room, pastéis de nata!! =)

(O postcard deste país, foi gravado em... Óbidos!)
13 Hungria - Cantam em húngaro. Finalmente, metal à séria! E o vocalista está descalço... apesar do fogo usado, de gritos, de um vocalista ser levado em ombros pelo público... não ganharão.

(O postcard deste país, foi gravado em... Benagil!)
14 Letónia - Canta em inglês. A rapariga nasceu no Brasil, e tem ascendência portuguesa!! O vestido vermelho fica-lhe bem! Canta bem, mas a música é ideal para os elevadores, ou halls de entrada.

(O postcard deste país, foi gravado na... Serra da Estrela!)
15 Suécia - Boa música! Boa vibe! Bons passos de dança! Boa realização! Dá aquela vontade de ir batendo o pé e, depois, saltar da cadeira, e ir dançar ao ritmo da música. Sim, a Suécia sabe muito bem o que faz (a tia dele, ganhou a Eurovisão, no ano de 2000)! Disco! =D

(O postcard deste país, foi gravado em... Lisboa [esteve na Feira da Ladra]!)
16 Montenegro - Canta em montenegrino. O fato dele é horrível. Tem umas orelhas que parece o Dumbo. Não consigo fazer qualquer elogio a esta actuação. "Já fostes".

(O postcard deste país, foi gravado nos... Açores [Faial]!)
17 Eslovénia - Canta em esloveno. Cabelo cor-de-rosa... hm... nada original na edição deste ano. O ritmo desta música, sempre dá para dançar de uma forma sexy à frente do espelho. Aquele aparente acidente (quando a música deixa de tocar), não sei se teve assim muita piada...

(O postcard deste país, foi gravado em... Vila Nova de Milfontes!)
18 Ucrânia - Ele tem uma voz potentíssima! Usa-se fogo até dizer chega! A actuação é boa? Sim... =/

Abriram-se as linhas de voto e, iniciou-se, a típica lambidela por todas as canções em concurso! Durante esse tempo, deu para mostrar a 2ª Parte da ECSlopédia, e ainda, ver as quatro apresentadoras a dançar (a Sílvia Alberto, dançou Dschinghis Khan)... o careca, que dançou com Daniela Ruah, parecia ser bastante giro (alguém sabe quem ele é?!)!! =P

Após o fecho das votações, revelou-se como os postcards foram gravados.

No intervalo para as televisões, mostrou-se a 2ª Parte do "Planet Portugal"...



... bem como a importância da canção "E depois do Adeus".

Quando voltaram, mostraram ainda pedaços das actuações de FrançaAlemanha e Itália.

Das 19 músicas, passaram apenas 10 e elas são (podem ver aqui o momento):
Sérvia, Moldávia, Hungria, Ucrânia, Suécia, Austrália, Noruega, Dinamarca, Eslovénia e Holanda.

Há 3 músicas que merecem uma especial atenção. Cada um delas é fantástica em cada categoria:
Para mim, a música mais gay é... a da Polónia.
A música mais Eurovisiva é, sem dúvida a... da Suécia.
Aquela que mais me conquistou e que ganhou esta 2ªSemi-Final foi...

... a Moldávia (pelo 3º ano consecutivo)!



Para quem quiser ver toda a 2ªSemi-Final 2018. E, já agora, a Press Conferece.

Beijinhos e portem-se mal!! ;)

quarta-feira, 9 de maio de 2018

First Semi-Final Lisbon 2018 All Aboard

Let the Eurovision Song Contest 2018 begin!

Olá fãs da Eurovisão!

Como tenho feito nos últimos anos, eis o meu "Relatório Opinativo" sobre a Eurovisão!
(Poderão ver o que disse no ano passado aqui).

E assim, Portugal recebeu o Mundo!



Hélder Reis e Nuno Galopim, estiveram na cabine do Altice Arena, a relatar todos os acontecimentos!

O mote deste ano é "Todos a bordo" (os oceanos, a diversidade, e a multiculturalidade da cidade de Lisboa, são os valores essenciais que definem toda a 63ª Edição da Eurovisão) e, as apresentadoras são as nossas conhecidas caras da RTP: Catarina Furtado, Sílvia Alberto, Filomena Cautela (que ficará na Green Room) e, a actriz portuguesa em Hollywood... Daniela Ruah.

Em Portugal, podemos votar nas 19 canções em concurso nesta 1ª Semi-Final, através do número 760 300 8XX (em vez do XX, deverá ser colocado o número da canção favorita).

Eis os meus apontamentos.
Ao clicarem em cada país, serão reencaminhados para a actuação que fizeram.

(O postcard deste país, foi gravado em... Monsaraz!)
01 Azerbeijão - Canta em inglês. Os quatro moços do coro, são portugueses. Achei piada aos barquinhos (será que queriam captar os votos dos portugueses?). Gostei da música, é vibrante, tem um bom ritmo (é Pop). Apenas achei que a voz rapariga, não era assim lá muito potente... =/

(O postcard deste país, foi gravado em... Lisboa [no Museu da Marioneta]!)
02 Islândia - Neste país, a Eurovisão tem uma audiência de 95%!! O rapaz de 19 anos, é engraçadito. A balada que ele canta não é lá grande coisa (mas dá bons agudos!!). O que safou, foi a vestimenta da multidão em palco (branco, vermelho, e preto).

(O postcard deste país, foi gravado em... Aveiro!)
03 Albânia - Foi o cantor (um homem do Rock) que compôs a canção. Canta na língua materna, e fala da força de dois corações (onde já vi isto?). Gosto da roupa da malta em palco. As luzes, cenário, e a sua voz - são bons! A realização, claro, ajuda. Por mim, vai à final! =D

(O postcard deste país, foi gravado em... Lisboa [numa viagem de barco pelo Tejo]!)
04 Bélgica - E não é que a desavergonhada não tinha soutien?! xD É giríssima, tem uma óptima voz, classe, uma actuação bastante sóbria... Nada a apontar, incrível! Final com ela, já!!!! =D

(O postcard deste país, foi gravado em... Podence!)
05 República Checa - Boa batida, jovem, e urbano! Música tipo Pop, Hip Hop! Aquele abanar de rabo dos três pareceu-me tãããããããooooo gaaaaayyy!! Enfim, depois aquele ar de nerd... Dá um bom espectáculo de cor e fumos... mas será uma canção vencedora? Nop!

(O postcard deste país, foi gravado no... Caramulo!)
06 Lituânia - É uma canção sobre o amor nas pessoas mais velhas. Há qualquer coisa na voz dela que não gosto. Não gostei da actuação. Não gostei da balada. Em suma, não gostei de nada.

Intervalo para as televisões. Enquanto isso, a Filomena Cautela,  falou com os participantes do Azerbaijão e da Albânia.

(O postcard deste país, foi gravado em... Lisboa [num Rooftop]!)
07 Israel - Não gosto da música. Acho-a uma grandessíssima merda. Aquelas dançarinas... WTF?! A imitar galinhas... WTF?! Aí Calvário, volta, que estás perdoado! A cantora tem uma voz potente, mas a música de merda só a estraga. Como diria Herman José: parece a Cristas, a tomar metadona!

(O postcard deste país, foi gravado em... Lisboa [no Relógio do Arco da Rua Augusta]!)
08 Bielorrússia - O cantor é ucraniano. A rosa, ao longo da performance, tem a sua piada mas lá está, é a única coisa que tem interesse. Depois, há um momento de "La Féria", mas nem isso salva.

(O postcard deste país, foi gravado em... Sintra, ela subiu o Penedo da Amizade!)
09 Estónia - Canta ópera em italiano. As projecções no vestido dela, faz-me lembrar o que já tinha acontecido em 2015 com a cantora russa. Contudo, é uma incrível canção. Uma voz potentíssima!
Daniela Ruah, Sílvia Alberto, Catarina Furtado, e Filomena Cautela
(O postcard deste país, foi gravado em... Lisboa [no eléctrico 28 e no elevador de Santa Justa]!)
10 Bulgária - Cantam em inglês (a banda foi criada para a Eurovisão, e conta com 3 búlgaros e 2 cantores norte-americanos), e a música é sobre o Amor mais profundo... O ritmo desta canção é completamente eurovisiva mas, sinceramente, não me agrada... será pelas vozes tão diferentes que a constituem?!

(O postcard deste país, foi gravado em... Lisboa [o tema foi o azulejo]!)
11 Macedónia - Cantam em inglês. As tipas do coro têm coreografia....  credo, que antiquado!! Adoro a música! Tem diferentes ritmos (faz-me lembrar aquela música), e eles cantam bem. Claro, as luzes, dão aquela ajudinha.... =)

(O postcard deste país, foi gravado no... Talasnal!)
12 Croácia - Gosto do vestido dela. Canta bem. Mas a balada é.... mééééé. Ouve-se um vez, e chega.

Intervalo para as televisões. Enquanto isso, a Filomena Cautela,  falou com os participantes da República Checa e da Bielorrússia.

(O postcard deste país, foi gravado em... Monsanto!)
13 Áustria - O "La Féria" continua. Ela canta muito bem, as luzes estão incríveis! Tem é aquela particularidade como a Madonna... E este rapaz, foi o primeiro a vir para gravar o seu postcard!

(O postcard deste país, foi gravado em... Ílhavo!)
14 Grécia - Canta na língua materna. Ouvir o grego, é sempre aquela beleza... Canta muito bem, tem ritmo! Tem fumos, luzes, e mais uma série de coisas! Tem ainda uma mão pintada de prateado, põe-se a questão: será que esteve a bater uma ao Homem de Lata do Feiticeiro de Oz?!...

(O postcard deste país, foi gravado em... Albufeira!)
15 Finlândia - Música eurovisiva! Com ritmo, cor, dança... Canta muito bem, fogo de artifício e quedas dramáticas... tanto coisa estudada e antiga, que até entedia!

(O postcard deste país, foi gravado em... Grândola!)
16 Arménia - Canta em arménio, e canta bem (pela primeira vez, este país canta totalmente na sua língua materna). Boa batida, bom timbre, e dá vontade de a cantar! O homem, para além de giro, tem presença em palco! Gostei! =)

(O postcard deste país, foi gravado no... Porto!)
17 Suiça - E quando nem uma mensagem contra o fim do bullying salva uma canção?! Mas ela está vestida como se estivéssemos nos inícios dos anos 2000?! E usa um coiso de luz?! Mas esta gente está doida?! Não não não!

(O postcard deste país, foi gravado na... Madeira!)
18 Irlanda - Uma balada, como a Irlanda já nos habituou. E gay. É lindo ver o Pavilhão Atlântico cheio de luzinhas de telemóvel. E é isto que deve ser a Eurovisão: um quebrar de barreiras, uma celebração ao Amor, onde não é preciso "fogos de artifício", bastando haver dança contemporânea (e espuma... alguma espuma)! =P

(O postcard deste país, foi gravado em... Lisboa [no Mercado da Ribeira, com a Justa Nobre]!)
19 Chipre - Ela é albanesa. Aiiiii que fuego que se acendeu em mim! Música vibrante! Actuação vibrante! Ritmos vibrantes! Fica no ouvido, e dá aquele piscar de olho aos países do sul! Go girl! Gosto!

Abriram-se as linhas de voto e, iniciou-se, a típica lambidela por todas as canções em concurso! Durante esse tempo, ainda deu para mostrar como a música vencedora do ano passado, é cantada por alguns dos participantes da edição anterior, e como foi a passagem de Salvador Sobral por Kiev.

No intervalo para as televisões, após o fecho das votações, mostrou-se a 1ª Parte do "Planet Portugal", onde o Herman José (David Attenburger) goza connosco (contudo, os britânicos, não gostaram nada da brincadeira com Sir David Attenborough!)!! De rir! Vejam! =D



Ainda durante o intervalo, mostrou-se a 1ª Parte da ECSlopédia!


Quando voltaram, mostraram ainda pedaços das actuações de PortugalEspanhaReino Unido.

Das 19 músicas, passaram apenas 10 e elas são (podem ver aqui o momento):
Áustria, Estónia, Chipre, Lituânia, Israel, República Checa, Bulgária, Albânia, Finlândia e Irlanda.

Há 3 músicas que merecem uma especial atenção. Cada um delas é fantástica em cada categoria:
Para mim, a música mais gay é... a da Irlanda.
A música mais Eurovisiva é, sem dúvida a... do Chipre.
Aquela que mais me conquistou e que ganhou esta 1ªSemi-Final foi...

... a Bélgica!



Para quem quiser ver toda a 1ªSemi-Final 2018. E, já agora, a Press Conferece.

Beijinhos e portem-se mal!! ;)

sexta-feira, 4 de maio de 2018

Vem ao 9 Jantar da Blogosfera!

Olá, boa noite!

É já dia 2 de Junho, que acontece o 9º Jantar da Blogosfera! E tu, vens?
Já está muita coisa preparada: o restaurante já está escolhido; este jantar foi divulgado, no facebook
de várias instituições LGBT portuguesas; e ainda - não menos importante -, existe adesão de leitores da blogosfera (e não apenas autores). Claro, para além disto, há surpresas a serem "cozinhadas"! =P
A autoria deste banner é da leitora Magg. Obrigadooo! =)
Tem sido fantástico, ao longo destas 8 semanas, ver a adesão e interesse de tantos e bons bloggers
que, muitos deles, nem sabia da sua existência. Tenho percebido que, muitos para além de mim, têm o mesmo interesse em reunirmos-nos para passarmos uma noite cheia de boa conversa, comida, e fazer novas amizades - este é o mote de um jantar, já aceite por vários autores da nossa praça!

Queres saber quais os blogs que vão ao jantar?! Pois, mas só saberás ao ires jantar connosco! =P

Onde será o jantar? Ainda haverá algo depois disso?
Só será anunciado publicamente o local, depois do jantar se realizar. Mas uma coisa é certa: é num ambiente acolhedor, e bem dentro de Lisboa! Claro que sim, está planeado irmos a um bar e/ou discoteca (mas só vai quem quer, naturalmente)! =D

Quem pode inscrever-se para o jantar?
Não importa se és branco ou pretohomem ou mulherheterossexual ou homossexualblogger
ou leitor - é um jantar de pessoas, onde apenas existe um pré-requisito: boa disposição!

Eu sou de longe, não tenho nenhuma "desculpa" para ir a Lisboa...
De 25 de Maio a 13 de Junho, no Parque Eduardo VII, haverá a 88º Feira do Livro de Lisboa - queres melhor motivo para vires do que comprares livros baratos e passear pela capital?! =)

Mas posso inscrever-me até quando?
Bom, já te devias ter inscrito, certo?! Mas vá, tens até dia 25 de Maio para enviares e-mail
( adolescentegay92@gmail.com ) a indicares-me a vontade em participar no jantar e aí, tudo será combinado por mensagem! Podes e deves trazer a tua cara metade, ou um amigo, até porque isto é simplesmente... um jantar de pessoas divertidas, conversadoras, e que gostam de conhecer pessoas!

Sei que não vais querer faltar, pois eu e outros já confirmamos presença!
Este é o primeiro evento do mês de Orgulho LGBT Português! Envia-me já um e-mail!

Recordam-se da música que a Dana levou à Eurovisão em 2011? All Aboard, guys! =D




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

terça-feira, 1 de maio de 2018

Multi C-Through Line Modus Vivendi

Olá a todos!

Novo mês, nova linha da Modus Vivendi! Desta vez, inspiraram-se na Arte da Esgrima e, todas as peças, têm a malha como principal detalhe, tal como as máscaras deste desporto! =)
Saibam mais sobre estas cuecas sem fundo
Linha Multi C-Through é composta por cuecas, boxers, cuecas sem fundo, T-Shirts e camisolas de manga à cava. Poderão encontrar estas peças em azul, vermelho e amarelo. =P
Poderão ainda conjugar estas novas peças, com os meggings apresentados anteriormente!
Saibam mais sobre esta T-Shirt e esta camisola de manga à cava
Sei que ficaram cheios de curiosidade de visitar este local. Pois bem, trata-se de Ezeiza, na Argentina! E os meninos? Bom, são o Federico Guasch (o seu Instagram é este), a ainda o Eduardo Moñuz (que tem este Instagram). Quem é amigo, quem é ?! xD
Saibam mais sobre estas cuecas e estes boxers
Para quem faz desporto de forma amadora ou profissional, pode adquirir produtos da PROZIS
com 10% de desconto em todo o site através do código AG10!!! Vá, poupem dinheiro!

E que tal? Vai uma luta de espadas?? =P




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

sexta-feira, 27 de abril de 2018

Ofertas da Prozis 2018

Olá rapazes!!

De amanhã e até dia 6 de Maio, todas as vossas encomendas da Prozis superiores a 50€, para além de terem 10% de desconto ao aplicarem o código promocional AG10, ainda têm uma oferta! =)
Escolhe uma das cinco ofertas disponíveis!
Assim, podes escolher apenas 1 destes produtos:

> 1 Zero Ketchup with Spices;
> 1 Protein Milk (com possibilidade de escolher o sabor);
> 1 Peanut Butter 500g [com possibilidade de escolher entre Smooth (suave) e Crunchy (crocante)];
> 1 Caixa de 3 Diet Bars (com possibilidade de escolha de sabor); e
> 1 Prozis Maxi Bottle (com possibilidade de escolha de cor).

A minha parceria com a Prozis, foi a primeira a existir entre esta marca e um blogger LGBT. E, no ano passado, no Natal, puderam entrar num passatempo onde ganhavam vários prémios!! Todavia, com esta campanha que vos apresento hoje, TODOS ganham algo que queiram com uma compra superior a 50€! É só escolher minha gente, é só escolher!! xD Já conhecem a manteiga de amendoim?! =P

Para quem faz desporto de forma amadora ou profissional, pode adquirir produtos da PROZIS
com 10% de desconto em todo o site através do código AG10!!! Vá, poupem dinheiro!




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

terça-feira, 24 de abril de 2018

À descoberta de Lisboa 7/8

Oi!!

Depois de muito caminhar, num dia de Primavera, cheguei então à feira da ladra! Muita variedade de objectos, desde velharias (candeeiros, loiças) a coisas modernas (T-shirts, aparelhos musicais).
Alguidares na entrada no Mercado de Santa Clara
Mesmo ali ao lado, está o Mercado de Santa Clara, modernizado. Naturalmente que mantém a traça do século XIX, em ferro e vidro. A entrada é linda! E não é que penduraram alguidares no cimo, o que transforma a entrada no Mercado num espectáculo de cor?! Está lindo, lindo, lindo! Lá dentro, já não há mercado, está transformado em comes e bebes para turistas. Está tudo transformado para eles.
No Telheiro de São Vicente
Na Rua Arco Grande de Cima, subindo uma esgrime rampa, damos de frontes com uma pequena praceta de seu nome, "Telheiro de São Vicente". Tem meia-dúzias de casas. As velhas estão à venda, as que já tiveram algumas obras, são habitadas por alfacinhas e, as que tiveram grandes obras, são alojamentos locais. Todavia, é um sitio agradável, há sombras e dá para descansar. Longo em frente, está a igreja do padroeiro de Lisboa, São Vicente de Fora. Estamos, claro está, em Alfama! =)
Igreja de São Vicente de Fora
O grupo Dschinghis Khan, actualmente, não tem os mesmos elementos. Dois já faleceram. O primeiro foi o principal do grupo, o Louis Hendrik Potgieter (o que tem uma mosca muito comprida), em 1993, com Sida (suspeitou-se que seria homossexual). Mais recentemente foi o Steve Bender (o careca), a 7 de Maio de 2006, vítima de cancro. Vejam aqui, o grupo na sua forma original! =)




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

sexta-feira, 20 de abril de 2018

O Último General

Meus senhores, eu whisky não tenho, mas posso oferecer a todos café e água.
- António Ramalho Eanes

Boa noite!

Se tenho um ídolo político, ele é o General Ramalho Eanes. A sua honestidade, é o melhor adjectivo que se pode associar a este que foi o primeiro Presidente da República democraticamente eleito.
Eu, e à semelhança de tantos outros, pouco sabia ao detalhe quem foi este homem para Portugal.

Na próxima quarta-feira, assinala-se a Revolução de Abril. Este dia, deve ser lembrado sempre, não por aquilo que falta conquistar, mas por aquilo que se conquistou. No ano anterior, já falei sobre a maior consequência deixada pela Revolução e, este ano, falarei sobre O Último General.
Ramalho Eanes: O Último General, por Isabel Tavares
Foi-me oferecido este livro, há poucas semanas. Conferenciei com uma pessoa conhecida, o quanto admiro o General Ramalho Eanes. Assim, por surpresa, essa pessoa chegou-se a mim oferecendo-me o livro e pedindo-me desculpa... Desculpa de quê? Bom, esta pessoa é vizinha de Ramalho Eanes, na Madre de Deus, e foi ter com ele para que este fizesse-me uma dedicatória contudo, este recusou, visto que apesar de ser uma Biografia Autorizada, há partes em que ele não concorda e, como tal, não o assinaria. E aqui está o pedido de desculpas: não ter o livro autografado. Como devem calcular, agradeci a simpatia pela tentativa, mas que não fazia qualquer mal o livro não estar assinado até porque, a oferta do livro já é um acto de grande generosidade e que muito agradecia a sua atenção.

(...)
Também não vai ao cinema
nos cafés nunca entrou
e no amor - penso eu -
que ele nunca namorou.
(...)
Só gosta de ser ciclista
pois quer ser às do pedal
e então é vê-lo nas ruas
e às vezes... no hospital.
(...)


João Silva (frei Roy), sobre o colega Tó Ramalho
- página 35.

Todos os dias lia algumas partes do livro e, como deverão calcular, já o terminei. O livro é incrível. Aprendi tanto sobre ele, que é impossível resumir num só texto. Assim, publicarei aqui 3 excertos do livro, onde também vocês podem retirar as vossas próprias opiniões a respeito do nosso General.

Perguntei a Ramalho Eanes se gostaria de ler este livro antes de ser publicado, o que recusou, como recusou o direito de contraditório. E justificou-se com dois pequenos e muito elucidativos episódios. Contou-me que, em tempos, sempre que ia a Castelo Branco, alguém lhe recordava que devia visitar uma senhora de idade já avançada que se lembrava de ter andado com ele ao colo. A senhora, que contava esta história a toda a gente, fazia muito gosto em revê-lo antes de morrer. Eanes garantia que nada daquilo era possível, os factos não coincidiam, mas, face a tanta insistência, acabou por ceder. E aconteceu o inevitável: o António não era, afinal, Ramalho Eanes, mas um primo seu com o mesmo nome. Podia ter mantido o equívoco, mas Manuela Eanes desfez o engano, sem querer, e acabou com a felicidade da senhora, que durante toda a vida acalentara aquela ideia. A partir desse dia, Eanes e a mulher acordaram que jamais voltariam a desmistificar uma memória, uma boa memória. «Se é feliz, é assim que deve ficar.»
- página 16.

Esta passagem, para mim, é a melhor do livro. Concordo com ele. Muitas vezes, o melhor que temos a fazer, é não fazer nada - deixar a pessoa com boas recordações, mesmo que saibamos a verdade. Não temos o direito de estragar memórias, mas sim o direito espalhar boas energias!



Foi em Évora, a terra de Granadeiro, que se registou o incidente mais grave. O comício foi dentro da praça de touros (hoje transformada num centro comercial) e já se ouvia vozearia do contra. À saída, iniciando o trajecto na Avenida da Circunvalação, entre o jardim e o bairro Sá Morais, debaixo de uns grandes plátanos, «o condutor, que, por acaso, não era o primeiro-sargento Serra, deixa um espaço entre o carro da segurança da frente e o carro da segurança de trás, o que não podia acontecer, tinham de ir praticamente colados. Apercebi-me de que um tipo que estava em cima de um muro ia tentar alvejar o carro, tive essa percepção. Depois a segurança actuou, deu-lhe um tiro e ele caiu. Impressionou-me imenso. A segurança deu vários tiros para o ar para dispersar e cortaram os ramos dos plátanos, que nos caíram em cima. E o general Eanes, que ia sentado ao lado do motorista, subiu para o tejadilho. O tipo de bigode que está a agarrar as pernas do general para ele não cair sou eu», descreve Granadeiro.
- páginas 120 e 121.

Depois de ler o livro, fiquei com vontade de conhece-lo. Ir à Miguel Bombarda, marcar reunião, e ir lá apenas para agradecer aquilo que fez por mim. Pode ser parvo. Ou talvez não. Já o fiz antes.
Cada vez mais, acho que isso é importante - agradecer às pessoas, dizer o quanto é que elas são importantes para nós e, não ter vergonha de demonstrar os nossos sentimentos ou fraquezas. =)

Os heróis que temos, por norma, são os super heróis ou os nossos pais. Bom, os nossos pais são sempre aqueles heróis que temos no quarto ao lado, fazem-nos uma canja quando estamos doentes, ou dizem "Não tens outra camisa? Essa faz-te mais gordo"... enfim, coisas de pais.
Mas depois há os outros heróis. Aqueles que milhões de pessoas acreditam, seguem, admiram.
Não, não falo de José Sócrates ou Bruno de Carvalho, falo de Martin Luther King Jr. ou Anne Frank.
Cada um à sua medida são exemplares, tal como ainda acrescentaria o General Ramalho Eanes.

A pessoa que ofereceu-me o livro, conhece-o há vários anos. Conta-me várias histórias dele e da mulher. Não sei explicar, mas comecei a gostar dele. Admiro-o e quero saber mais sobre ele.
Depois temos o seu humor. Sim, olhando para ele, ninguém diria que é um tipo bem disposto!!

Nesta fase, outro episódio prova o ascendente de Eanes. E o seu humor. A CAP, Confederação dos Agricultores de Portugal, ameaça vir a Lisboa num fim-de-semana inundar a Avenida da Liberdade com fruta. O regimento de comandos é uma unidade operacionalmente dependente do Estado-Maior do Exército (Eanes) e administrativamente dependente da Região Militar de Lisboa (Vasco Lourenço). O que leva Vasco Lourenço a Santa Apolónia para pedir a Ramalho Eanes que coloque o regimento de comandos sob a sua ordem operacional. «Porquê?», quer saber. «Tenho uma missão para eles», responde. «Mas tem de chamar o Jaime Neves para lhe dar a ordem directamente à minha frente», pede Vasco Lourenço. Eanes concorda, chama Jaime Neves e dá a ordem. No instante seguinte, Vasco Lourenço avança: «Ó Jaime, tenho uma primeira missão para te dar. A CAP diz que vem a Lisboa inundar a Avenida da Liberdade com fruta a partir do Marquês de Pombal. A tua missão é evitar isso. Se houver uma peça de fruta a rolar na Avenida, tu não cumpriste a missão e levas uma porrada. Queres a ordem por escrito?» Eanes, que assistia à cena de camarote, ria, enquanto Jaime Neves maldizia a vida e se perguntava como conseguiria cumprir a missão. «Não és amigo do Casqueiro? [José Manuel, secretário-geral da CAP]» «Sou». «Então, resolve o problema», desenrascava-se Vasco Lourenço. Passado pouco mais de meia hora, a CAP emite um comunicado a cancelar a manifestação.
Peripécias como esta não faltam. E ainda antes de o governo de Pinheiro de Azevedo cessar funções, a 23 de Junho de 1976, houve necessidade de um novo empréstimo a Portugal. Foi já depois das eleições legislativas ganhas por Mário Soares, mas antes de este ter tomado funções como primeiro-ministro. Uma vez mais, Mário Soares vai à Alemanha falar com Helmut Schmidt, acompanhado de Vítor Constâncio, para explicar a evolução positiva da economia portuguesa e as linhas do programa económico do futuro governo. Lá vieram mais 250 milhões de dólares.
- páginas 110 e 111.

Ramalho Eanes: O Último General, um livro da Editora D. Quixote.




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

terça-feira, 17 de abril de 2018

À descoberta de Lisboa 6/8

Olá!

E é no Miradouro da Graça que seguimos neste passeio por Lisboa. Foi aqui que acabamos por almoçar o que tínhamos trazido de casa, só coisas boas! Sentados no chão, na calçada, descansámos as pernas e aproveitámos para nos refrescar. Estava um dia quente, tal como será nestes dias!
A vista para Lisboa a partir do Miradouro Sophia de Mello Breyner Andresen
Este miradouro, tem como nome oficial, Miradouro Sophia de Mello Breyner Andresen. Foi assim chamado em homenagem à poeta falecida em 2004, e que está presente no Panteão Nacional. Esta passava horas sem fim aqui, a apreciar Lisboa e o rio. Este miradouro localiza-se ao lado da Igreja da Graça (do século XVIII e estando esta rodeada de pinheiros mansos) e, foi colocado junto desta, um busto em bronze em honra da poeta, onde se poderá ler um dos seus poemas.
A vista para o Castelo de São Jorge no Miradouro da Graça
A vista, tal como estão a ver, é espectacular. Daqui, conseguimos ver toda a cidade! Este local estava repleto de estrangeiros que chegavam, não a pé, mas sim de Tuk Tuks. Os pinheiros presentes no local, romanceia o ambiente propício a ficar horas sem fim na esplanada do local... a namorar, claro está! A partir daqui, conseguimos ver não só o Castelo, mas também a Mouraria até à Baixa Pombalina; vemos os jardins e os telhados das casas, que dão cor e vida à velha cidade! =)
Lisboa, o Convento do Carmo, e o rio
Falar da Graça sem invocar a poeta Natália Correia, é criminoso! Não esquecer que o seu Botequim, ficava localizado mesmo ali, no largo da Graça. O Botequim fechou após a sua morte, em 1993 (esta esteve sepultada no Jazigo dos Escritores do Cemitério dos Prazeres, mas as suas cinzas foram transladadas para os Açores, de onde era natural, em 2016), contudo está actualmente aberto com uma gerência que pretende manter o ambiente dos anos 70 e 80, época das grandes histórias e tertúlias ali vividas. Este espaço emblemático, localiza-se na Villa Souza (edifício forrado de azulejos)!
Por onde quer que olhemos a partir do alto, apenas há um protagonista: o Tejo
E não é que no grupo Dschinghis Khan houve lugar para um casal? Pois é!! O alemão Wolfgang Heichel (da esquerda), quando foi convidado para entrar no grupo, também levou a sua mulher holandesa Henriette Strobel (cabelo liso)! Todavia, após 10 anos de casamento (1986), divorciaram-se.




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

sexta-feira, 13 de abril de 2018

A Mulher Negra

Olá, boa noite.

De todos os azares que existem, raramente lembramo-nos deste: ficar na miséria. Ficar pobre, perder tudo - até perder a consciência do que se perdeu. Todos nós estamos a um passo da loucura, e da miséria; cabe à nossa postura manter o rumo. Mas como sabemos que o rumo que escolhemos não nos levará a perder tudo aquilo que construímos e ambicionamos na vida? Não sei a resposta.

No dia em que fiz um passeio pelos Miradouros e zonas da cidade que não conhecia, que vos tenho mostrado nas últimas semanas, resolvemos parar para ir beber algo fresco e aproveitar uma esplanada da moda visto que, o almoço trouxemos de casa, e sabia bem uma pausa gourmet!
Fomos então parar ao requalificado Intendente, à esplanada do Infame, pertencente ao hotel 1908.
Na esplanada do Infame, uma Coca-Cola e um sumo de Laranja Natural
A esplanada estava repleta de turistas e tugas armados em turistas (como nós). Parámos, vimos a ementa e, visto que o menu não é propriamente barato, ficamos pelas bebidas (o meu sumo de laranja natural, custou 3,50€ e, de natural, sabia-me pouco). Enquanto conversávamos sobre trivialidades, chegou-se à esplanada uma mulher. Preta de cor. Com maneiras simples. A pedir comida ou dinheiro.

Reparámos nela, visto que tinha começado pelas mulheres que vemos na foto. Aproximou-se então de nós. Estava acompanhado por um casal que, quando esta chegou-se a nós, ele quis oferecer o que tinham no menu para comer (uma tosta mista com salada) e um um sumo de laranja natural. Ela então sentou-se na mesa que vemos na imagem, na cadeira em que nas costas está a garrafa Contour. Reparámos no desconforto das restantes pessoas. Ela também. Mostrou-se reticente em sentar-se mas, após lhe garantirmos que ninguém a expulsaria dali, acabou por ceder. Enquanto esperávamos pela tosta, ela falava. Falava alto. Falava sobre tudo, mas comecemos pelo início.

Começou por relatar a forma como era mal tratada pela gerência daquele local, e que era enchutada de lá. Bom, de facto, os funcionários e, particularmente o gerente, detestou que ela estivesse sentada na esplanada. Depois, nós queríamos voltar à nossa conversa, mas eu não conseguia: ela estava mesmo na minha direcção e, acabava por ser o seu receptor. Visto que a tosta estava a demorar, garantimos-lhe que não íamos embora, sem antes ser servida. Agradeceu e começou a elogiar os meus pais (não eram os meus pais, naturalmente, mas ninguém desmentiu). E começou a relatar a sua história de vida. E eu? Bom, eu estava a ouvi-la, e a encontrar parecenças entre a vida dela, e a minha.

E havia tantas. Tantas semelhanças. A sua história, nem sempre batia certo, mas dava para ter uma ideia. Não sei se ela falava verdade ou não... na realidade, não importa. É uma história de vida que, se não fosse a dela, podia certamente ser a minha. Pelo que parece, tinha uma vida de classe média em São Tomé e Príncipe e veio para Lisboa estudar. Por peripécias familiares e de amigos, veio parar à rua. Durante os longos minutos (diria uma meia hora), iam aparecendo pessoas que ela conhecia e, gabava-se, por estar ali sentada e que ia comer ali onde estava, por oferta "deste casal tão simpático", dizia ela. Quando um deles começava a pedir, ela mandava-o embora, a dizer que ali já tinham sido muito generosos com ela. Na realidade, ela não sabia, mas estava a ser muito mais generosa do que nós. Porquê?

Em toda a história de vida desta mulher, havia algo de que ela se arrependia: de não ter estudado mais. Tinha saudades de uma só pessoa, da sua mãe. Tal como eu tenho da minha. Tenho saudades da minha mãe que está viva e todos os dias a vejo. Tenho saudades do que iremos viver juntos. E tenho saudades já, de quem me fará mais falta neste mundo. Apesar de às vezes andarmos às turras, amo-a.

A história desta mulher, fez-me encher os olhos de lágrimas, mas não cheguei a chorar. Estava de facto, a ouvi-la. Estava, a ouvir-me. As palavras dela, ecoavam na minha cabeça, como algo que deveria registar para sempre, e nunca esquecer. Na esplanada, a gerência "gozava" com ela, dando prioridade aos outros clientes (e isso foi confirmado por nós, "ordens da gerência"). Lá veio, finalmente, a tosta mista. Ficou espantada por, afinal, ser verdade o que lhe tínhamos dito. Passou mais um amigo dela e, deu um pouco da sua tosta mista, a esse amigo: "Temos de partilhar", dizia-nos enquanto dividia com as mãos a tosta ainda quente. O Amor daquela mulher, estava assim dividido por todos os seus amigos que ali passaram. Eu, acho, que tive a sorte de ficar com umas migalhas da sua generosidade. Aquela mulher, era de facto alguém extraordinário! Que sorte a minha!

E ali ficava eu, a ouvi-la todo o tempo. De uma meiguice, de uma simplicidade e de um olhar... um olhar cheio de saudade, amargura, mas acima de tudo: de amizade.

Fomos então embora, deixando-a comer. Ela quis então despedir-se de nós. A minha "mãe" recusou o convite. Então ela disse que eu não podia negar-lhe dois beijinhos. E aqui o tempo parou. Não o dela, mas o meu. O que fazer?! Dar dois beijinhos ou recusar? Não sabia o que fazer. Foi uma eternidade. Uma decisão difícil. Por um lado, o nojo de estar em contacto com uma sem abrigo e, por outro, a minha coerência enquanto alguém que aprendeu tanto com a generosidade de outra pessoa e que, em troca, apenas pedia dois beijos. Não sabia o que escolher. Não queria escolher. Mas também, não podia recusar.

Então fui. Pus um sorriso na cara, e fui ter com ela. Dei-lhe dois beijinhos e desejei-lhe uma boa refeição. Antes de sair, ela agarra-me no punho e diz "Cuida da tua mãe". Agradeci e fomos embora, com um aceno de alguém que sempre se conheceu, e na verdade sim: de nós mesmos.

Aquela mulher faz agora parte de mim. Partilhou comigo a sua vida e, eu, tenho o dever de aprender com ela. E sim, aprendi. Penso nesta mulher com frequência, acima de tudo, do seu sorriso.

Neste dia dos azares, não nos esqueçamos do maior azar que nos pode acontecer: perder tudo. Mas há sempre algo que devemos reter: por mais que percamos, nunca devemos deixar para trás o Amor.

Porque esta história repete-se tantas, e tantas vezes. Connosco, Elza Soares.




Beijinhos e portem-se mal!! ;)