Até 24 de Novembro: inscreve-te por e-mail (adolescentegay92@gmail.com), no 1º Sunset Solidário da Blogosfera! Vota em quem nos ajuda... todo o ano! =D

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Cemitério dos Prazeres

Boa noite.

Como é possível passarmos o Dia dos Namorados num cemitério? Eu sei, para ouvir as maiores histórias de Amor! Como é ternurento conhecer as histórias das personalidades urbanas do século XIX e XX - de Lisboa ao Porto (as personalidades rurais estão no Cemitério do Alto de São João)!!
Mas chega de preliminares históricos, passemos à acção! Na passada 3ªfeira, dia de São Valentim, a Magg (leitora deste blog) e eu, passamos a manhã (com o incrível Sol de Inverno) pelas várias ruas deste desconhecido - pelo menos para mim - cemitério, onde está a nata da nata do poder português.
Clica na imagem para ampliar
Começamos pelo jazigo de Elisa Hensler que foi, após a morte da Rainha D. Maria II, esposa de D. Fernando II (que se encontrara viúvo). É graças a este casal que se deve (para além de um enorme escândalo) a magnifica vila histórica de Sintra, com o seu ecossistema tão próprio! Elisa conheceu o viúvo da Rainha quando ela se encontrava em tournée em Portugal, quando esta cantava ópera (pois para além disso, tinha muitos outros dotes artísticos) todavia, esta tinha uma filha que o seu esposo nunca soube e só a assumiu após a sua viuvez. D. Fernando II, deixou em testamento à Condessa d'Edla, o Castelo dos Mouros e o Palácio de Sintra ora, sendo um escândalo, o Rei D. Carlos comprou-lhe por meio milhar de contos. Quando esta morreu, para além de receber honras de Estado e um representante da Rainha D. Amélia e do deposto D. Manuel II, foi reproduzida a Cruz Alta da Serra de Sintra e ainda, a homenagem pelo seu contributo pela diversidade de floresta daquela vila!
Clica na imagem para ampliar
Segue-se agora um dos beneficiados dos apoios da Condessa d'Edla e do seu esposo: Columbano Bordalo Pinheiro, famoso pintor e irmão do Rafael Bordalo Pinheiro.
Clica na imagem para ampliar
É agora que o porco torce o rabo! Este é o jazigo onde está... Rafael Bordalo Pinheiro. Sim, estranho. Não está no jazigo do irmão ou do seu filho. E é aqui com a história se mistura com os relatos de época e a língua afiada dos críticos com os ventos férteis da nossa imaginação: Rafael está no jazigo da família dos Viscondes de Faro e Oliveira. Esta família era muito próxima deste artista e, segundo o nosso guia, algo de muito grave se terá passado para este estar sepultado com esta família onde, nos foi conferenciado: "O Rafael [Bordalo Pinheiro] poderá ter tido alguma relação com a Viscondessa; ou com a filha deste casal; ou ainda... com o próprio Visconde - não se sabe!" - fiquei em choque - nas páginas ásperas da História, há lugar para um romance homossexual?! WTF?! =D
Clica na imagem para ampliar
E tinha de vos mostrar o jazigo da família Barroso Soares, onde já está a Maria Barroso e o seu esposo, Mário Soares. Dizem as más-línguas que o caixão deste coube à justa... onde, provavelmente, teve que se lascar um pouco o caixão deste ex-Primeiro-Ministro e ex-Presidente da República... o nosso actual Presidente, também tem lá um jazigo de família, mas muito discreto.
Clica na imagem para ampliar
"Se casar, não casarei senão consigo." E aqui está a querida Ofélia, a eterna apaixonada de Fernando Pessoa. Que justa foi a homenagem da Câmara de Lisboa de a colocar neste Cemitério onde, já não estava o Pessoa quando ela veio para cá - está num local sóbrio e recatado, apesar de estar numa zona central . Aqui, veio-me à lembrança a primeira especialista de Fernando Pessoa que "conheci"...
Clica na imagem para ampliar
Tinha que registar o jazigo onde está o poeta Cesário Verde, que conhecemos a sua obra, mais que não seja por termos estudado os seus poemas no Secundário... =)
Clica na imagem para ampliar
O maior jazigo privado da Europa está aqui, nos Prazeres, e pertence aos Duques de Palmela. Este jazigo que tem capacidade para 200 corpos, foi construído com instruções ligadas à Maçonaria e tem peças que valem uma fortuna... por exemplo, têm uma peça que vale 2,5 milhões de Euros! =D
Clica na imagem para ampliar
Algo que achei extraordinário, de uma sensibilidade única e de respeito, a família dos Duques de Palmela, enterram os seus empregados nos terrenos do jazigo!!! =)
Clica na imagem para ampliar
Depois de passarmos toda a manhã a apaixonarmos-nos por aquelas histórias únicas, era altura de adoçarmos o estômago e, fomos provar o... melhor bolo de chocolate do mundo, que fica ao lado do renovado Mercado de Campo de Ourique. Cada fatia custa 2,50€ e têm duas versões do bolo: o clássico (fatia ao fundo) e o doce  (fatia mais próxima). Comi o mais doce mas... fiquei arrependido, é demasiado doce! A Magg é que foi esperta... enfim, ela é um CD-ROM (como diria o "outro")! =D

Deixo-vos com uma das mais românticas canções italianas "Tu, soltanto tu"... *.*




Beijinhos e porta-te mal!! ;)