Neste mês do Orgulho Gay, revelei NOVIDADES com 2 novas Parcerias com instituições LGBT's portuguesas! =D

quinta-feira, 30 de abril de 2015

Óscares & Budapest Hotel

Olá, boa noite rapaziada!

Hoje falarei sobre a Cerimónia dos Óscares deste ano.

Nunca tinha visto a cerimónia em directo portanto, para mim, foi muito fixe ter visto tudo a acontecer ali, à minha frente.

Felizmente não houve muitos intervalos e infelizmente não havia legendas mas lá conseguia perceber o que interessava - os vencedores. Não acompanhei antecipadamente os Óscares (não conhecia praticamente nenhum filme) mas o que queria ver era quem ganhava XD


Eis os vencedores:

Melhor Filme - Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)

Melhor Realizador - Alejandro González Iñárritu (Birdman)

Melhor Ator - Eddie Redmayne (A Teoria de Tudo)

Melhor Atriz - Julianne Moore (O Meu Nome é Alice) [ADORO está gaja! É a minha ídola!!! LOL]

Melhor Ator Secundário - J.K. Simmons (Whiplash)

Melhor Atriz Secundária - Patricia Arquette (Boyhood)

Melhor Argumento Original - Birdman

Melhor Argumento Adaptado - O Jogo da Imitação [viram bichaaaaaa que foi agradecer o prémio?!]

Melhor Filme de Animação (Longa-Metragem) - Big Hero 6 - Os Novos Heróis

Melhor Filme Estrangeiro - Ida (Polónia) [pó ano regressa e ganha outro Óscar. Eles são espertos!]

Melhor Filme de Animação (Curta-Metragem) - Festim

Melhor Documentário (Longa-Metragem) - Citizenfour

Melhor Documentário (Curta-Metragem) - Crisis Hotline: Veterans Press 1

Melhor Curta-Metragem (Imagem Real) - The Phone Call

Melhor Fotografia - Birdman

Melhor Montagem - Whiplash

Melhor Banda Sonora Original - Grand Budapest Hotel

Melhor Canção Original - Glory (Selma)

Melhor Edição de Som - Sniper Americano

Melhor Mistura Sonora - Whiplash

Melhor Direcção Artística - Grand Budapest Hotel

Melhores Efeitos Visuais - Interstellar

Melhor Guarda-Roupa - Grand Budapest Hotel

Melhor Caracterização - Grand Budapest Hotel


Bem, o Grand Budapest Hotel ganhou 4 Óscares e fiquei cheio de vontade de ver o filme até porque, era cómico e tinha actores conhecidos!

Desilusão. O filme tem situações engraçosas, mas não é de gargalhar. Mais. Vi o filme com a minha mãe e houve cenas constrangedoras (por exemplo, o quadro substituto do quadro roubado). É giro? Sim, mas fica-se só mesmo por aí. É pena, esperava. Já para não falar que não percebi o a cena final Ahahahahahah!




P.S. 1 - Épáh - não resisti à piada fácil sobre o filme polaco XD
P.S. 2 - Pelo menos fartamo-nos de comer pipocas! Falha-nos isso!!


Beijinhos e portem-se mal!! ;)

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Dia Mundial da Dança

Yo yo yo!

É verdade, mais um dia Mundial.... -,-

Hoje é Dia Mundial da Dança - toca a abanar esses (firmes) rabiosques! =)


Como vocês sabem, gosto de dançar e sei dançar algumas coisinhas mas, o que realmente importa é que se danceeeeee com vontade e, de preferência, bem!!

Quando estava a entrar no meu prédio, introspectivo e pensativo, como sempre (estava a pensar no texto que ia escrever hoje para o blogue), qual foi a música que começou a dar no prédio? Living for Love da Madonnaaaaaaa (lembrava-me dela a tirar cornos aos gajos bons e a cair para trás, feita uma ninja xD)!! Comecei logo a cantarolar a música e a pensar em algo animado - foi então que pensei numa preciosidade musical, que achei há uns tempos atrás e que só me dá para gozar..... estarei a ser demasiado cruel? Não, ahahahah!

Eis uma música que vos pode dar para rir ou para chorar. A mim, pelos menos, faz-me pensar que não sou o único que tem má pronuncia quando falo inglês....





Beijinhos e portem-se mal!! ;)

terça-feira, 28 de abril de 2015

Dia Mundial do Sorriso

Olá!
Já sorriram hoje?

É verdade, inventam dias para tudo! Bahhhhhh

Sendo hoje o dia mundial do sorriso, acho que temos obrigatoriamente de sorrir! Pensei no que me faz sorrir e lembrei-me que são as coisas do passado. Sorrio a ouvir as aventuras da minha mãe, por Lisboa, quando veio para esta grande cidade. Sorrio quando me lembro de parvoíces que já fiz. Sorrio quando leio antigos textos meus. Sorrio quando estou nervoso. Sorrio quando me sorriem. Sorrio quando encontro um amigo. Sorrio quando me dão um elogio. Sorrio quando sei que estou a ser enganado. Sorrio quando estou lixado. Dou pequenas gargalhadas ao telefone, para mostrar que estou feliz (mesmo não estando). Sorrio com os olhos. Dizem que tenho uma gargalhada tão farta como a do Heman José, mas só quando estou MESMO a rir com vontade. Sorrio porque sou mais giro a sorrir do que a não-sorrir. Sorrio porque transmite auto-confiança. Sorrio porque está na moda? Sorrio porque quero!

Há coisas que nos entristecem mas, a vida é naturalmente triste e dolorosa, como diz Schopenhauer. Na vida há apenas momentos excepcionais de felicidade. Já vivi muitos e quero vive-los muito mais!

Aprendi que podemos encontrar a felicidade nas coisas mais tristes. Por exemplo, ao sabermos de uma coisa menos-boa, damos imediatamente valor ao que temos e ficamos instantaneamente felizes, por comparação. A felicidade é efémera e nós também. Cabe a cada um ser feliz e sorrir quando lhe apetece. É proibido chorar? Não! Temos é de aprender a viver as coisas, vendo sempre o lado positivo e feliz.

Chega de filosofia, páh!!!! Vamos gargalhar!! Lembram-se deste vídeo, certamente.... não sabem é que ele foi despedido (naturalmente LOL)!





Beijinhos e portem-se mal!! ;)

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Louros e calvos - A perdição!

Boa noite!

Hoje comecei bem o dia. As 7:20h, estava eu na paragem do autocarro e quem eu vi chegar? Um tipo. Quem era? Não faço a mínima ideia. Então o que isso importa? Tudo!

Estava eu muito bem ao frio, a pensar na seca que iria ser o meu dia e, de repente, surge um gajo que caminhava à minha direcção. Mas não, não era um gajo qualquer - era um gajo giro! mais alto do que eu, loiro escuro com olhos claro - apesar de estar frio, derreti-me logo! Que pecado, Meu Deus! O tipo olha directamente para mim e fica atrás de mim, na fila.... Só pensava "Oh meu deus! Oh meu deus!" De vez enquanto lá olhava para trás, para não dar muita bandeira.... infelizmente não saiu na mesma paragem que eu mas fica o repto: Tu, oh gajo de hoje de manhã - é só para te dizer que és muitA giro, páh! xD

Mas o dia estava só a começar e eu já o dava por ganho (yap, isso mesmo - contento-me por muito pouco)! As 8:30, estava eu noutra fila (lol), e até que vejo um careca. "Porra" - pensei eu - "O gajo é muitíssimo giro.... Não é tão imberbe como o louro, o que só favorece.... e esta cara não é é estranha". Não, de facto a cara não me era estranha. Quase que podia jurar que já o tinha visto no mesmo local. Como é que ele era? Mais alto do que eu, completamente careca, com uns 30 anos, sorriso magnifico e olhava para mim. "Oh meu deus! Ele 'tá a olhar 'tá a olhar!" continuava a pensar "Esconde-te, esconde-te!! Não, não escondo nada - era o que mais faltava!" Então chegamos a trocar alguns olhares... Sabem, aqueles olhares bem profundos.... Mas, a realidade aproximava-se.

É lixado quando a realidade vem na nossa direcção e tem a figura de duas pernas e percebemos que essa realidade é a namorada com gajo que achamos MUITO atraente. Só pensava "Deves ser pouco traída deves....". Mas não estava tudo perdido. Não não, recuso-me a deitar a toalha ao chão!

No metro, vi um gajo que era completamente careca mas tinha imensa barba (o que lhe dava um ar mais velhos [o que para mim, pode ser bom ahahah]). Ele tinha ar de dread/manhoso, com boné não-sei-das-quantas e calças justas não-sei-do-quê, mas tudo aquilo ficava-lhe imensamente bem... Já para não falar, obviamente, que tinha uns braços BRUTAIS!!!!!!! T-shirt justinha e a ver-se os bicipes e tricipes..... magnifico! Simplesmente e extraordinariamente belo e.... uhau!! =)

Preciso urgentemente de um namorado!!!!!!


Beijinhos e portem-se mal!! ;)

domingo, 26 de abril de 2015

Jantar no Braço de Prata

Olá!
Boa noite =)

Há um tempo, fui convidado para um jantar onde não conhecia praticamente ninguém mas, como sou incapaz de recusar uma valente noitada, lá confirmei a minha ilustre presença.

Há cerca de duas semanas, fui a um jantar que se revelou um verdadeiro desastre musical.
Explicarei uma coisa de cada vez.



O Taxista que tudo e nada sabia.

Olhava para o relógio e ele andava demasiado depressa para o meu gosto.... não ia chegar a tempo se continuasse a ir de transportes públicos! Tive de apanhar um taxi, não havia hipótese. Entrei no taxi e disse para onde queria ir e perguntei-lhe se sabia onde era. Ele, como maxo que é, disse que sim... Estávamos a chegar ao local e ele perguntou-me "Quer ir por fora ou por dentro?" Eu "Quero é que me ponha à porta...". Ele lá foi por dentro e diz-me enquanto conduzia "Não sei onde fica, não conheço isto..." eu entrei em pânico "Desculpe? Mas disse que sabia!" Entretanto ele estaciona e diz "Bem, posso ir ver ao GPS...." no entanto continuava a contar a corrida..... disse-lhe "Fico aqui. Quero a factura onde conste os seus dados para reclamar de si.". Paguei-lhe e fiquei com a factura com os ditos dados do cabrão de merda que em deixou em sítio nenhum! Resolvo então ligar para o meu melhor amigo..... certamente que ele me consegue dizer o caminho certo para o local.

Estava eu no Poço do Bispo, mesmo na "rotunda" e a ligar para o meu melhor amigo. Felizmente ele estava no computador e foi ao google maps e ajudou-me.... cheguei então à Fábrica do Braço de Prata que, afinal, é pertíssimo de onde eu estava xD



Gente conhecida e outra nem tanto.

Então lá entrei, sempre na palheta com o meu guia via satélite.... percebi que fazem lá imensas festas e jantares e que é muito bem frequentado - só pessoas de bem. Enquanto falava com ele, quem é que vi a entrar? A Mónica Jardim, da TVI. A mulher é lindíssima.... não é assim tão alta, mas é linda!!! Enquanto estava ao telemóvel, via gente a entrar, muitos deles eram homens giros e, não sei o que tinha escrito na testa, mas olhavam muito para mim.... Enfim, depois de estar cerca de uma hora na chamada e a ver que estava tudo atrasado para o jantar que ia frequentar, resolvi ver o que se passava. A organizadora pediu-me desculpa e disse que estava toda a gente atrasada... Merda, andei eu com pressa para quê? Entretanto o L, que era a única pessoa que eu conhecia e sabia que ia, disse-me que estava no transito mas que ia chegar rapidamente e para eu estar à porta à espera dele. Assim foi. Entretanto chegou um carro com 5 bichinhas lá dentro.... percebi logo, pelo género, que íamos para o mesmo jantar.... OMG, tudo menos aturar donzelas em perigo! Entanto ele chegou e a coisa aturou-se!



Comidinha gostosa e não só!

Grupo reunido, era altura de entrarmos. Tinha muito que contar o L, especialmente o que se tinha passado neste fim-de-semana, e por isso ficamos um pouco afastados, para conversarmos mais à vontade. Contudo e para não sermos chamados de "anti-sociais", aprochegamo-nos ao grupo, mas estávamos separados à mesma..... não havia forma de haver conversa conjunta... lol Estávamos com fome e atacamos as entradas! Hmmmm que delicia de pão com um paté de cebola&alho que eles lá têm! O hálito, esse, era para esquecer - mas sabia tão bem, que sa foda! Depois veio a comida e atacamos a magnifica lasanha. Gente gira? nem por isso, excepto um trintão que lá apareceu acompanhado por um gaja igualmente gira -,- fuck! Mas, como a esperança é a última a morrer, tinha a convicção que ainda ia aparecer alguém digno de registo!

Quando terminamos o jantar, apareceu a S, uma grande Fufa/Camiona mas adoro-a de paixão - penso, até, que é a única lésbica que conheço e que nos damos tão bem; ela adora-me e eu adoro-a! Chega-se ela ao pé de mim e diz-me que estou lindo e eu digo "Estás... hm... comestível!" Uma tipa que estava ao nosso lado e pergunta-me "Desculpa? O que disseste? Comestível?" eu "Sim. Comestível de comer.... comestível (terminando com um grande sorriso LOL)" a tipa também lá sorriu e disse que achava brilhante a palavra comestível... lol.... gajas -,-



Música para rir e fim de noite para chorar!

Depois do jantar, havia um DJ só para nós. Pensamos que ia ser alta farra até quando... ela põe músicas normais, sem o mínimo de remix's ou alteração..... o DJ punha musicas originais.... Só gozávamos com aquilo.... Havia solução? Não! Dançamos e, pela primeira vez, dancei com uma lésbica, a S! Kizombamos, chocamos os rabos (que coisa mais gay!), cantamos... e ela diz "Tenho imensa inveja dos gays! Vocês dançam muito melhor que nós [fufas]. Invejo-vos" eu sou pensava "Oh Yeah bitcheeeee" ahahah De vez em quando, ia lá um segurança do espaço..... Meu deus! Que braços..... era um homem tão feliz se tivesse aquilo ao meu lado... As 4h a festa acabou e surgia um problema - o que fazer agora? 4 da manhã há poucos ou nenhuns transportes e, para irmos para uma discoteca gay, já era tarde.... resolvemos então falar sobre a nossa vida amorosa..... Quem? Eu, o L e um outro tipo que se juntou a nós... Fomos então, a pé, até a Santa Apolónia a conversar sobre o passado e sobre o futuro....


As 8:30h já estava na minha caminha para ir dormir... A vida de gay não é fácil!



Beijinhos e portem-se mal!! ;)

sábado, 25 de abril de 2015

60 Anos da Eurovisão

Olááááááááááá!!!
Como estão suas grandes bichas?

Bicha que é bicha, gosta da Eurovisão.
Bicha que é bicha, vê o Festival RTP da Canção.
Bicha que é bicha, vê todas as semi-finais e a final da Eurovisão em directo.
Bicha que é bicha, fica a cantarolar a musica vencedora e a fazer dela um ícone gay.
Bicha que é bicha, depois disso tudo, já se sente muito mais dentro da comunidade de panisgas.

Bicha que é bicha... é parva!

Como todos nós, somos umas grandessíssimas bichas, gostamos de venerar as vencedoras da Eurovisão porque, no fundo no fundo, temos tendências transformistas e adoramos o cabelo escadeado e criticamos as pontas espigadas (estou quase a vomitar!).

Mas há duas personalidades que, podem fazer tudo o que queiram e que estarão sempre lindas e maravilhosas, aos olhos das bichas-eurofanáticas. Falo, obviamente, da Dana(dinha) International e da Concha(ita) Wurst - aquelas duas grandes tráááááávecas! Admito que me surpreendeu - e que, despoletou a bicha que há em mim - e aplaudi como uma criança de 5 anos, quando vi essas duas a fazerem um dueto da música dos Abba:




Felizmente, esta comemoração será transmitida pela RTP1 [apesar de já a ter visto umas 3 vezes.... mas, lá está, bicha que é bicha ,vê coisas repetidas] já amanhã (domingo) às 21:10h (segundo o site) e parece-me que terá a duração de 1 hora e meia... Contará com os comentários do Júlio Isidro que, tal como todos sabem, é perito nestas coisas.

Houve um momento em que me deliciei, foi ver este quarteto e... com a coreografia... épah, que fofinhooooo *.* Um dia quero cantar esta música e saber a coreografia! =)




Já sabem, a Eurovisão volta em Maio e, já me dou por contente em Portugal ir à final... O sonho das panisgas portuguesas é que um dia seja cá feita o Festival mas.... nunca irá acontecer.... lol

Bicha que é bicha, sonha com a Eurovisão em Portugal!


Vejam aqui, na íntegra, o Concerto dos 60 Anos do Festival Eurovisão da Canção (que dará igual na RTP1):





Beijinhos e portem-se mal!! ;)

sexta-feira, 24 de abril de 2015

41 Anos de Liberdade

Boa noite, camaradas!

Amanhã comemora-se, o Quadragésimo Primeiro Aniversário da Revolução dos Cravos.

Todos nós, temos uma ideia do que foi a revolução e todos achamos bem mas... conhecemos de facto o que se passou? Não. Tudo isto foi há tão pouco tempo e tantos dos seus intervenientes estão vivos o que, impede de se fazer um estudo verdadeiramente independente de tudo o que aconteceu (a morte do Francisco Sá Carneiro é um bom exemplo). Mas há quem seja mais puro do que os políticos e as suas artimanhas e do que os historiadores que vêem tudo sobre uma densa neblina... por enquanto.

Os verdadeiros sabedores da liberdade, logo no dia 25 de Abril e adiante são, na minha opinião, os artistas. Só eles sabem narrar na perfeição o sentimento que se viveu naqueles anos esperançosos de liberdade, e com o medo terrível de caiamos num satélite da Rússia Comunista ou para o lado da direita.

Pode-se destacar vários artistas mas, para mim, há uma que se evidencia. Para além de ser uma mulher extremamente encantadora e que foi deputada, na minha opinião, destaca-se por ser uma poeta (concordo com aqueles que dizem que, ser "poetisa", é algo menor), tão boa quanto os demais - Sophia de Mello Breyner Andresen. Aquela celebre frase num cartaz revolucionário a dizer "A poesia está na rua" é de uma pureza que só ela sabe transmitir. Eis uma quadra desta senhora.

   25 de Abril

Esta é a madrugada que eu esperava
O dia inicial inteiro e limpo
Onde emergimos da noite e do silêncio
E livres habitamos a substância do tempo

Sophia de Mello Breyner Andresen, in "O Nome das Coisas" 1977


Deliciem-se com a canção, "Portugal Ressuscitado", do José Carlos Ary dos Santos, escrita a 26 de Abril de 1974, em Caxias:





Beijinhos e portem-se mal!! ;)

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Dia Mundial do Livro 7

Olá!

É já hoje, 23 de Abril, que se comemora o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor. YUPI!!!! Como tal, resolvi dar-vos 7 recomendações literárias, para comemorar os 7 anos deste blogue e para ser uma recomendação diferente por cada dia durante uma semana inteira... que hoje chega ao fim. Ohhhhhhh

A 7ª recomendação será para o livro "A Arte Perdida de Guardar Segredos" de Eva Rice.

Quem é essa?
Eva Rice é autora de dois outros romances e um ensaio. Vive em Londres com o namorado, a filha, o cão e alguns canários. É filha de Tim Rice, o conhecido letrista.

Este livro narra a vida de uma jovem em Inglaterra, nos anos 50, em plena pós-guerra. Ela tinha um irmão adolescente e uma mãe que, apesar de nova, era conservadora. O pai, esse, tinha morrido na guerra. Esta jovem tinha uma vida pacata até conhecer uma outra jovem numa paragem de autocarro e convenceu-a ir de taxi a um lanche com a tia e o primo - a jovem envergonhada foi e apaixono-se pelo primo da sua nova melhor amiga. Contudo, esse primo, estava apaixonado por uma ricaça norte-americana. Então, o primo propôs à protagonista um dilema: se o ajudasse a fazer ciumes à americana, ela ia ver o concerto do brilhante Johnnie Ray! Conclusão, foi ao concerto, e foi beijada pelo cantor e ainda ganhou um namorado - o tal primo!!

Este livro fez-me chorar... o fim é magnifico. O falecimento da tia e o incêndio da casa da Milton Magna são grandes choques que o leitor passa, pois aprendeu a amar esses núcleos centrais da história - a representação do passado foi apagado e o que restava era apenas o futuro. Brilhante fim, brilhante!

Contudo, é um livro um pouco fútil... vejam um excerto:

   Ora eu não sou do tipo de pessoa que costuma meter-se em táxis com estranhos - esse comportamento é mais próprio do meu irmão Inigo. Tentei analisar o que me levava a agir de forma tão imprudente e não consegui descobrir. Afinal de contas, até ao momento em que vi Charlotte, o meu dia decorrera praticamente como todas as outras segundas-feiras desse ano - de manhã apanhara o comboio das oito e trinta e cinco de Westbury para Paddington, assistira ás aulas de Italiano e Literatura Inglesa em Knightsbridge até às três da tarde, depois passeara por Hyde Park, sonhando com Johnnie Ray e roupas novas. (...)

Ao longo desta semana fui-vos dando estas recomendações e, admito, têm uma ordem de qualidade/afinidade. Este é o melhor? Foi o que mais me tocou, pelo seu brilhante final!


Eis um vídeo do ídolo da protagonista, Penelope Wallace, o famoso Johnnie Ray:




Estes últimos 3 livros são especiais para mim, pois foram oferta do meu melhor amigo =)
Há um tempo encontrarmos e deu-me um embrulho, dizendo-me que era o meu presente de Natal, mas que tinha uma ordem especifica para desembrulhar. Abri e ele disse "Obrigado por seres meu amigo e por teres A Arte Perdida de Guardar Segredos. Espero que aches alguém e que ganhes As Assas do Amor e, assim, que encontres A Felicidade." Ele não é quem querido?? =)


Beijinhos e portem-se mal!! ;)

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Dia Mundial do Livro 6

Olá!

É já amanhã, dia 23 de Abril, que se comemora o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor. Como tal, resolvi dar-vos 7 recomendações literárias, para comemorar os 7 anos deste blogue e para ser uma recomendação diferente por cada dia durante uma semana inteira. Ao contrário do Professor Marcelo Rebelo de Sousa, eu li  todos estes livros =)

A 6ª recomendação será para o livro "A Felicidade" de Lluís-Anton Baulenas.

Quem é esse?
Lluís-Anton Baulenas nasceu em Barcelona em 1958. É romancista e dramaturgo, tendo-se dedicado exclusivamente à escrita a partir dos 29 anos. Publicou romances, livros de contos e peças de teatro, pelos quais recebeu muitos prémios literários, incluindo o prémio Ramon Llull de romance, o mais alto galardão das letras catalãs. As suas obras estão traduzidas em várias línguas. Trabalhou igualmente como guionista de cinema e tradutor de teatro. Colabora regularmente na imprensa, nomeadamente nas publicações El País, El Periòdic de Catalunya, La Vanguardia e Avui.

Este é um livro que está dividido em 3 partes. Admito, achei a primeira parte sequíssima, a segunda era comestível e a terceira.... fascinante!

Este livro narra uma história que acontece em 1909 em Barcelona. A protagonista é a Nonnita Serrallac, que é uma artista de variedades e que, durante o livro, faz um número com uma foca num aquário num teatro Popular de seu nome, Soriano (ela também falava com mortos....). Ela pertencia a um circo que foi desintegrado e os vários artistas tomaram o seu rumo. Já em Barcelona descobre que está grávida de um colega de circo que já não sabe dele mas, descobre nesta "cidade de oportunidades" um antigo conhecido seu - Deogràcies-Miquel Gambús, familiarmente conhecido pelo diminutivo de Demi. Onde o conheceu? Ele e os seus amigos, há uns anos atrás, violaram-na e atacaram o seu amigo e fiel escudeiro que a partir daí ficou com lapsos de maluquice (também por um coice que deu-lhe uma mula)- o Tomàs Capdebrau. Então é aqui que ela pensa dar um futuro ao bebé que tem dentro de si..... quer roubar o seu violador, contudo, existe a senhora matriarca, dona Miquela Gambús - mãe do Demi. Ela vai conseguir sacar dinheiro do Demi? Nim. No fim, Demi morre estrangulado pelo Tomàs e a mãe dele fica a pensar que o filho que tem a Nonnita tem dentro de si é do seu filho, isto é, seu neto, e assim ela fica rica.

Existe personagens boas? Não, excepto uma. Eustaqui Guillaumet é o homem que ajuda nos esquemas e fá-lo apenas por amor. É uma personagem boa? Eu penso que sim, pois é a única que está em plenas faculdades mentais e entra nesta jogada por amor à Nonnita.

As outras personagens são más? Não, apenas humanas.

Há personagens más? Sim. A matriarca é terrivelmente má e por isso mesmo cativante. É calculista, fria, etc etc etc..... mas faz tudo com uma enorme subtileza e nunca perde a posse, mesmo quando o seu único filho, Demi, morreu. O filho também era mau mas era.... sedutor, explico já a seguir :P

Tenho um herói? Claro que sim - o cabrão do Demi! Não sei bem explicar mas ele cativou-me. Bem, talvez os cabrões me cativem, não sei bem lol.... Ele é um potencial vilão mas..... não merecia a morte que teve. Ele tem uma aura de conquistador, estratega, dominante... tudo o que aprecio num homem. Ok, acho que não me estou a fazer entender mas... gosto dele, fazer o quê?! =) Ahahah

O livro, por vezes, tem uma linguagem erótica/pornográfica. Quando lia alguma passagem mais sórdida ia ver quem tinha traduzido, se era um homem ou uma mulher... Nem imagino a cara da tradutora quando punha para português certas frases... Credo!

Excerto da violação:


(...)
   Demi Gambús estava muito excitado. Era a primeira vez que violava alguém. Não era por nada, simplesmente nunca fora necessário. Bastava-lhe estalar os dedos e tinha imediatamente duas raparigas a aquecerem-lhe a cama. Mas isso fora antes de conhecer aquela mulher de cabeleira acobreada. Desafiara-o, e agora ele demonstrava-lhe quem era o rei e que um rei como ele não admite desafios.
   Nonnita continuava a dar coices e a arranhar. Mas cansou-se rapidamente. Era uma rapariga contra três homens bem alimentados e bastante bêbados. Demi Gambús impacientava-se. Desapertou as calças e decidiu não ter pressa. Passou-lhe a mão pelas mamas, entreteve-se a pentear-lhe os pêlos púbicos com delicadeza... De repente, mandou que lhe abrissem as pernas, lambeu o dedo indicador da mão direita e enfiou-lhe na vagina
[OMG...]. Logo a seguir, pôs-se a dar-lhe voltas muito lentamente, no interior dela, circularmente, fora, quase como se fizesse uma exploração. E anunciou triunfantemente:
   - Não vos dizia? Já não é virgem.
   A rapariga, em pânico, conteve a respiração: alguém capaz de fazer aquilo também era capaz de a trespassar com uma faca de trinchar galinhas, para acabar de celebrar a mudança de século
[isto aconteceu na noite de 31 de Dezembro de 1899 para 1 de Janeiro de 1900].
   À sua volta, estavam agora reunidas oito ou dez caras de rapazes e putas que observavam a façanha. Senhoras e senhores, respeito! Ele era o rei dos reis, naquela noite. Depois, contemplou Nonnita Serrallac debaixo dele. Deu-lhe uma palmada forte no rabo e... para dentro! Só lhe faltava ir acenando enquanto o fazia. Chegou ao apogeu e toda a gente aplaudiu.
   Depois de Deogràcies-Miquel Gambús, foram os outros seis. passados uns minutos, Nonnita oferecia cada vez menos resistência. Percebeu que tinha mais a perder do que a ganhar e deu-se por vencida. Ficou quieta e deixou andar. Ouviu uma voz dizer:
   - Assim é que é; começa a ser sensata. Ainda vai gostar, vão ver.
   Um atrás do outro, até ao último.

   Acabaram e deixaram-na estendida, sozinha no centro da plataforma, desfeita, destroçada, incapaz de qualquer movimento, nem sequer para respirar. Tentou levantar-se e desmaiou.
(...)


Se gostam de uma história de época, com muitas personagens e muitas analepses, este é o livro ideal. Principalmente não é um livro com personagens tipo.... é um sobre pessoas =)


Beijinhos e portem-se mal!! ;)

terça-feira, 21 de abril de 2015

Dia Mundial do Livro 5

Olá!

É já dia 23 de Abril que se comemora o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor. Como tal, resolvi dar-vos 7 recomendações literárias, para comemorar os 7 anos deste blogue e para ser uma recomendação diferente por cada dia durante uma semana inteira. Ao contrário do Professor Marcelo Rebelo de Sousa, eu li  todos estes livros =)

A 5ª recomendação será para o livro "As Asas do Amor" de Nicholas Drayson.

Quem é esse?
Nicholas Drayson é escritor e naturalista. Nasceu em Inglaterra, viveu dois anos no Quénia e mora na Austrália desde 1982, onde estudou zoologia e se licenciou com uma tese sobre os escritores naturalistas do século XIX. Trabalhou como jornalista, escrevendo para várias publicações, entre as quais o Daily Telepgraph e a revista Australian Geographic. Foi consultor do Museu Nacional da Austrália e os seus livros sobre a vida selvagem e história natural receberam vários prémios. Em 2002 estreou-se como romancista com Confessing a Murder, um livro seleccionado para vários prémios em 2008 que trouxe uma nova visão sobre Darwin. As Assas do Amor é o seu segundo romance.

Este livro é sobre o amor na 2ªIdade, isto é, por volta dos 50 anos. O senhor Malik, protagonista, apaixona-se pela Rose que é a senhora que dirige o passeio de observação de aves. Quando este enche-se de coragem para a convidar para o Evento do ano - para o baile do Clube de Caça - aparece um opositor que gozava com ele quando era criança. Então, visto que ambos estão interessados na mesma mulher, vão competir para ganhar o direito de convida-la. O vencedor é aquele que avistar mais aves, mas atenção, há uma série de regras nesse mesmo concurso! Ao longo dessa cruzada, o pacato protagonista viverá uma série de aventuras e ver-se-á confrontado com a sua maior vergonha enquanto homem. Um livro mais do que surpreendente.... mostra-nos que tudo é possível por amor =)

Algo brilhante foi o autor pegar num assunto tão delicado como a homossexualidade. Então, o filho do senhor Malik disse ao pai que era gay e este expulsou-o de casa..... mais tarde veio a saber que o filho morreu com sida. O pai, super infeliz, começou a fazer voluntariado para as pessoas com sida.... Enfim, esta é uma parte bastante humana e tocante.

Contudo, também há partes de humor, entre as quais, as singangas! Isto é.... contagem de peidos...... esta parte achei um horror mas tem a sua parte cómica pois mostra a integridade e a honestidade do sensato e discreto senhor Malik xD

Para quem gosta de ornitologia (pássaros) este livro é excelente... para quem não gosta, como eu, tenta ignorar essa parte! Ahahah Globalmente é um bom livro! =)


Beijinhos e portem-se mal!! ;)

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Dia Mundial do Livro 4

Olá!

É já dia 23 de Abril que se comemora o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor. Como tal, resolvi dar-vos 7 recomendações literárias, para comemorar os 7 anos deste blogue e para ser uma recomendação diferente por cada dia durante uma semana inteira. Ao contrário do Professor Marcelo Rebelo de Sousa, eu li  todos estes livros =)

A 4ª recomendação será para o livro "A Importância de ser Earnest e Outras Peças" de Oscar Wilde.

Este é um livro que tem 4 peças de Teatro. Sinceramente, acho que nunca tinha lido um livro que tivesse peças de encenação. É um exercício giro de fazer para quem lê sempre prosa.

A primeira peça tem o título de "O Leque de Lady Windermere" e conta a história de uma recém-casada que descobre que o seu marido dá imenso dinheiro a uma mulher que, contudo, acaba-se por descobrir que é a mãe dela e esta, tinha-a abandonado quando era ainda muito pequena.

excerto - "(...) Não penso agora que se possam dividir as pessoas em boas e más, como se fossem duas raças ou criações distintas. As mulheres que nós chamamos boas podem ter em si coisas terríveis, rasgos loucos de estouvamento, orgulho, ciúme, pecado. As mulheres más, como lhes chamam, podem ter em si mágoa, arrependimento, compaixão, sacrifício. (...)"

A segunda peça tem o título de "Uma Mulher sem Importância" e conta a história de um jovem que conhece um politico muito importante e este convence-o a ser seu secretário... contudo, era o filho que ele não quis saber há muitos anos atrás e agora queria reconquistar a sua confiança. Irá conseguir? Nop xD Pelo menos, o jovem, vai-se casar com uma americana muito rica! Ahahah

excerto - "Os homens querem ser sempre o primeiro amor de uma mulher. É a sua rude vaidade. Nós, as mulheres, temos um instinto mais subtil. O que queremos é ser o último romance de um homem."

A terceira peça tem o título de "Um Marido Ideal" e conta a história de um político exemplar na sua integridade e honestidade até que, um acontecimento do passado vem tentar abalar a sua famosa reputação na Câmara dos Comuns. Felizmente, conta com a ajuda do seu amigo Lord Goring que o irá ajudar... e muito - é uma personagem super divertida!

excerto  - conversa entre o pai (Lord Caversham) e filho (Lord Goring):

Pai - (...) Preciso de ter uma conversa séria consigo.
Filho - Meu querido pai! A esta hora?
Pai - Bem, senhor, só são dez horas. Que tem a objectar à hora? Acho que a hora é admirável.
Filho - Bem, pai, o facto é que hoje não é o meu dia de falar a sério. Sinto muito, mas não é o meu dia.
Pai - Que quer dizer?
Filho - Durante a temporada, pai, só falo a sério na primeira terça-feira de cada mês, das quatro às sete.
Pai - Bom, faça de conta que hoje é terça-feira.
Filho - Mas já passa das sete, pai, e o meu médico diz que não devo ter conversas sérias depois das sete horas. Faz-me falar quando estou a dormir.
Pai - Falar quando está a dormir? Que importa isso? Não é casado.
Filho - Não, pai, não sou casado.
Pai - É precisamente esse o assunto de que lhe venho falar. Tem de casar, e já! (...)

A quarta peça tem o título de "A Importância de ser Earnest" e conta a história de dois amigos (que se vem a descobrir serem irmãos) que vivem ambos uma vida dupla - uma na cidade outra no campo. Contudo, têm de revelar toda a história quando se querem declarar às suas futuras mulheres e aí, percebe-se o quão importante é de se chamar Earnest!...

excerto  - conversa entre o Algernon (Amigo e Irmão do protagonista) e Cecily (pupila do protagonista):

Cecily - (...) As três [cartas] que me escreveu depois de eu ter rompido consigo são tão belas, e têm tantos erros de ortografia, que mesmo agora quase não as posso ler sem chorar um pouco.
Algernon - Mas houve, então, rompimento entre nós[ele não fazia a mínima xD]?
Cecily - Pois houve. No dia vinte e dois de Março. Pode vê-lo, se quiser, anotado no meu diário. (Mostra o Diário.) "Hoje rompi com o Earnest [neste caso o Earnest é o Algernon]. Sinto que é o melhor que tenho a fazer. O tempo continua encantador."
Algernon - Mas romper comigo porquê? Que fiz eu? Não fiz absolutamente nada. Cecily, magoa-me profundamente saber que rompeu comigo. Demais a mais, com um tempo assim encantador.
Cecily - Para sermos noivos deveras é preciso haver pelo menos um rompimento. Mas ainda não tinha chegado ao fim da semana e já eu lhe tinha perdoado.

Meninos e meninas - aprendam! Tem de haver, pelo menos, um rompimento antes do casamento! xD
São histórias muito divertidas e com personagens bem fincadas! Recomendo!


Beijinhos e portem-se mal!! ;)

domingo, 19 de abril de 2015

Dia Mundial do Livro 3

Olá!

É já dia 23 de Abril que se comemora o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor. Como tal, resolvi dar-vos 7 recomendações literárias, para comemorar os 7 anos deste blogue e para ser uma recomendação diferente por cada dia durante uma semana inteira. Ao contrário do Professor Marcelo Rebelo de Sousa, eu li  todos estes livros =)

A 3ª recomendação será para o livro "Contos Fantásticos" de Edgar Allan Poe.

Este livro também era para ter lido há uns anos na totalidade... mas resolvi fazê-lo agora.
Este é um livro que tem 11 contos. Os textos são muito negros, são de um verdadeiro horror contudo, há contos que gostei bastante! =)

Gostei bastante d"O Gato Preto", "O Poço e o Pêndulo" e, o meu preferido, "O Coração Revelador" - excerto "Se persistirem em julgar-me louco, esta crença desvanecer-se-á quando vos descrever as precauções prudentes que empreguei para dissimular o cadáver. A noite avançava, e eu trabalhei depressa, mas em silêncio. Cortei a cabeça, depois os braços, depois as pernas. A seguir, arranquei três tábuas do soalho do quarto, e depositei tudo entre as ripas. Depois tornei a colocar as folhas tão habilmente, tão destramente, que nenhum olhar humano - nem sequer o seu !- teria podido descobrir ali fosse o que fosse de errado. Nada havia para lavar - nem uma nódoa -, nem uma mancha de sangue. Fora por de mais avisado para isso. Uma selha absorvera tudo - ah! ah! "

Estas são histórias que nos metem um verdadeiro medo aterrorizante que só queremos que passe... ahahah Óptima escrita, muita imaginação e sempre com o "quê" de terror! Leiam!

Eis um documentário sobre  este autor:




Beijinhos e portem-se mal!! ;)

sábado, 18 de abril de 2015

Dia Mundial do Livro 2

Olá!

É já dia 23 de Abril que se comemora o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor. Como tal, resolvi dar-vos 7 recomendações literárias, para comemorar os 7 anos deste blogue e para ser uma recomendação diferente por cada dia durante uma semana inteira. Ao contrário do Professor Marcelo Rebelo de Sousa, eu li  todos estes livros =)

A 2ª recomendação será para o livro "A Arte de Ser Feliz" de Arthur Schopenhauer.

Este foi-me recomendado no meu 6ºano, pela minha professora de Língua Portuguesa. Eu, há época, lia imenso e ela também e, certo dia, levava este livro para a aula e disse que eu era capaz de o perceber.... deu-me os dados do livro e disse-me que, este é dos livros que devem ser lidos todos os anos por, cada vez que o lemos, vamos entender coisas diferentes. Na altura não percebia bem a necessidade de ler todos os anos o mesmo livro mas.... é de extrema importância.

Lembro-me de ler este livro no ano passado e voltei a ler este ano... É incrível como mexe connosco e encontramos sempre coisas diferentes e que nem tínhamos reparado ou pensado sobre elas!...

É um livro negativista e por isso mesmo, deve-los lê-lo com cuidado e perceber o que é a lógica do autor e o que podemos tirar de bom de uma lógica que... não convém lá muito aplicar na nossa vida lol

Claro que está cheio daquelas frases maravilhosas...

"Apenas a experiência da vida mostra-nos que o carácter dos outros não muda, mas antes de percebermos isso, acreditamos de uma forma infantil que através de um discurso razoável, de pedidos e por vezes até mesmo de súplicas, podemos levar alguém a desistir de um hábito, a mudar a sua forma de agir, a afastar-se da sua forma de ver as coisas e até mesmo a ampliar as suas capacidades. A mesma coisa acontece connosco. Somente com a experiência conseguimos aprender o que podemos e o que queremos. (...)" Pág 32

"A vida é como um jogo de xadrez: começamos por fazer um plano, mas este está sempre dependente daquilo que o adversário decide realizar no jogo. Na vida, o destino é o adversário. As alterações que vão acontecendo, normalmente são tão importantes e marcantes, que apenas conseguimos reconhecer o nosso plano nalgumas linhas elementares." Pág 56


Beijinhos e portem-se mal!! ;)

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Dia Mundial do Livro 1

Olá!

É já dia 23 de Abril que se comemora o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor. Como tal, resolvi dar-vos 7 recomendações literárias, para comemorar os 7 anos deste blogue e para ser uma recomendação diferente por cada dia durante uma semana inteira. Ao contrário do Professor Marcelo Rebelo de Sousa, eu li  todos estes livros =)

A 1ª recomendação será para o livro "Mil Novecentos e Oitenta e Quatro" de George Orwell.

Este é um livro que tem 3 Partes. Eu já o tinha começado a ler há uns anos mas não tinha terminado. Há uns meses decidi-me em ler o livro até ao fim.

É uma história angustiante e desesperante. É incrível como facilmente nos pomos no papel do protagonista e pensamos que não conseguirmos viver naquela pressão constante. Eu acho que preferia deixar de existir, como é comum no livro, do que viver aquela pressão constante do Grande Irmão. Percebemos a miséria comunitária e a miséria ideológica do Partido. Agora as fofocas XD Eu nunca gostei muito da Julia mas pronto, se ele gostava dela, até a engolia.... contudo, aquela grandessíssima vaca trai-o! Vaca!!!! Enquanto o O'Brien inspirou-me bastante confiança.... Pensei mesmo que ele o fosse ajudar. Cabrão.

Algo fascinante é a Novilíngua! Óptima ideia do autor!

Mais. Depois de ler o livro, percebi que, todos nós - mais cedo ou mais tarde - acabamos por nos render à conta 2 + 2 = 5. Bem, o mais evidente desta prática é feita pelos políticos mas, também nós, na nossa vida, vemos aquilo que temos de ver e nem sempre o que vemos é a realidade (o que é a realidade?)... É incrível como todos nós fazemos contas à vida de forma diferente e estamos errados ou certos, dependente do pensamento cada um de nós. Uma palavra - duplopensar.

A verdade única é algo que não existe. A verdade é feita à nossa medida. Sempre.

Eis um documentário sobre este livro:



Já há anos que quero ler "O Triunfo dos Porcos" deste mesmo autor. Já me disseram que é óptimo!..... Quero lê-loooooo!!!!


Beijinhos e portem-se mal!! ;)

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Dia Mundial do Beijo

Olá!!!!

Hoje é o Dia Mundial do Beijo e, por isso, vamos lá falar dos vários tipos de beijo gay que existem!

Admito, sou beijoqueiro. No entanto, prefiro um bom abraço, a um beijo. Abraços daqueles... apertados, demorados, em que podemos cheirar o nosso companheiro, sentir o seu coração e dizer através do aperto, o quanto o amamos. No entanto, não vivo sem beijos lol

Os beijos são aquela coisa boa que nos aquece. Não sei explicar e acho que ninguém saberá. O que é um bom beijo? Poderíamos detalhar um beijo até à exaustão e nem chegarmos a um acordo sobre "Os princípios gerais de um bom beijo" contudo, vou falar deles segundo a minha visão da coisa.

Prefiro beijos com ou sem língua? Sem. Porquê? Porque acho-os mais sentimentais. Os outros acho-os animais e, obviamente, excitantes fisicamente. Os "sem" excitam-me a alma. [Para que fique claro, gosto dos dois, mas tenho a minha preferência ahahah]

Um bom beijo pode não ser dado na boca, explico. Um beijo é igualmente maravilhoso quando é dado, por exemplo, na nuca, no acto "da coisa". Ou, por exemplo, na bochecha... Tudo tem a ver com o clima existente e com o objectivo do beijo em si. Podemos beijar de forma fogosa ou de forma carinhosa. Podemos beijar de forma a pedir desculpa ou de forma a querer "festa". Há beijos para todos os gostos e eu gosto de todos os gostos de beijos! =P

Eis aqui em baixo um video sobre os vários tipos de beijo e, tenho de confessar, adoro dar o beijo do cachorrinho, beijo com mordida e o de filme romântico (que é uma óptima posição para uma certa coisa.... Ahahahah)!



P.S. - O tatuado não é lindo? OMG adoro badboys!!! =D


Beijinhos e portem-se mal!! ;)

sexta-feira, 10 de abril de 2015

1ªvez - Jardim do Torel

Olá Olá!

Como ides?

Lembram-se da praia artificial situada no Jardim do Torel, em Lisboa? Pois bem, há mais de 6 meses fui lá com o AT, a NM e a IC. Foi a esta última que já lá tinha ido e queria que fossemos ver a maravilhosa vista que lá há. Aceitamos o desafio e fomos no carro do AT (o AT tem carta e carro, o que dá um jeito enorme para as escapadinhas do nosso grupinho).

Lá fomos por caminhos que o GPS mandava.... Segundo o mesmo, o melhor era deixarmos o carro no Intendente e irmos a pé. Nós reclamamos pois íamos andar muito mas, a IC estava preocupada, pois andava com o tablet e com essas merdas todas e tinha medo de ser roubada (eu bem lhe disse que só a queriam roubar.... nem para ser violada a querem... [a brincar lol]). Voltamos para o carro e estacionamos num jardim que fica em frente da Embaixada da Alemanha, se não estou em erro. Ai começamos a andar.... e a andar.... passamos por um hospital que não se me lembra agora o nome e então passamos por uma coisa giríssima: um Ascensor!




Mal vimos essa raridade, resolvemos logo tirar fotos! O motorista do eléctrico ainda nos deixou tirar fotos lá dentro mas resolvemos recusar..... nós parecemos uns turistas, meu Deus! lol Seguimos viagem e vimos o jardim. Aquela entrada é muito estranha. No meio há uma fonte e a rodear aquilo há uns bancos em que estavam lá algumas famílias felizes... só me nos apetecia vomitar! Avançando!


O jardim é basicamente uma colina, em que entramos pela parte alta e depois vai descendo, havendo pelo caminho muita relva e bancos. Vimos algumas famílias a fazer pique-niques o que até não nos pareceu má de todo essa ideia....





A vista, como podem ver, é lindíssima! Aqui mostro-vos o Miradouro de São Pedro de Alcântara o que é, para mim, o melhor de Lisboa (também não conheço todos... mas é magnífico)! O que se vê neste jardim é basicamente prédios.... não considero que seja um bom miradouro de Lisboa mas, enfim, há gostos para tudo.

Se bem se lembram, no Verão, costumam transformar este jardim numa praia artificial... Deve ser horrível a confusão e tudo mais mas, há quem goste da imundice, néh?!





O que me pareceu muito simpático foi o facto de existir uma esplanada! Tem um óptimo aspecto para se trabalhar/estudar ou conversar... 

Depois do passeio, resolvemos ir voltar para o carro e ir para algum centro comercial, fazia mesmo muito calor naquele dia!

(As chamadas anónimas continuam... agora anda a ser dia sim dia não, umas duas vezes por dia.... isto anda a dar-me cabo dos nervos porque nunca chego a tempo para atender! GRRRRR!)


Beijinhos e portem-se mal!! ;)

terça-feira, 7 de abril de 2015

Construction 106 23anos

Olá!

É verdade, sou um galdério! Gosto de abanar o rabiosque nas discotecas gays da capital portuguesa! =)

Vou começar pelo princípio.

Tenho um rapaz que vive no Algarve e que, vinha passar o fim-de-semana de 28/29 de Março a Lisboa, amigo esse que conheci aqui.

Combinamos tudo muito bem combinadinho. Apesar de eu ser de Lisboa, queria sair de casa... queria passar um fim-de-semana diferente, sem preocupações e que só me divertisse e que fosse o mais económico possível! Assim reservamos quarto num.... como é que eu hei-de dizer isto... Hotel com 5 estrelas negativas? Épá, aquilo era uma Residencial/Pensão! Nunca tinha pago do meu bolso para estar num sítio daqueles! Contudo, estava MUITO bem localizado, mesmo no coração de Lisboa o que nos permitia fazer tudo a pé (fazer o que queríamos fazer..... ir para noite gay, pela minha primeira vez)!

(Vou saltar o dia de sábado.... se não, isto passa a ser um Diário de Bordo e não um texto deveras cativante!) Estávamos nós com as malas nos ombros e perdidos para chegar ao Hotel (recuso-me de dizer que fui para uma Pensão!), contudo lá chegamos. O sítio cheirava a bafio, aquilo não tinha obras há muitos anos (para não dizer que nunca teve obras) e não era propriamente acolhedor. A recepcionista tinha ar de deslavada e tinha caspa... um autentico filme! Sentimos que não havia propriamente segurança do edifício e..... enfim, tinha que respirar fundo e mergulhar naquele calvário que estava a ser pago a meio por cada um de nós! Subimos para um 3ºandar sem elevador, com escadas em semi-espiral e com o piso das escadas inclinado alguns graus... que filme! Tudo funcionava com chaves.... uma para entrar dentro do nosso corredor e outro para entrar no nosso quarto - 316!

O quarto era bom. Tinha 4 camas de solteiro, casa de banho com banheira (imposição minha! Não estava para dividir casa-de-banho com desconhecidos.... pelo amor de deus! Há que ter limites.... até na pobreza!) e varanda. Era um quarto visivelmente antigo e gasto, porém, estava estimado e arrumado (e limpo? estaria limpo?......). Visto que chegamos tarde ao Hotel, resolvemos ir jantar depois de vermos o quarto. Quando chegamos do jante resolvemos fazer uma sesta e pôr o despertador para a meia-noite - ai acordávamos, tomaríamos banho e ficaríamos maravilhosos para aproveitar a noite!

Assim foi. Eu não tinha dormido nada, mas descansaria os olhos e o corpo. Fui o 1º a experimentar a banheira e o pior estava para acontecer. Depois de lhe ter disto isto que vou vou contar, ele disse-me que tinha saído da banheira e reclamado logo!... Quando lá entrei, deparei-me com alguns pêlos colados nos vidros, estava perante um dilema: reclamar ou não? Pensei que, caso ligasse a reclamar, eles lá iriam e ainda diriam "Só estes pelinhos? Olhem, o hospede do quarto ao lado tinha muito mais lá e até agora não reclamou. Passe com água que eles saem logo.." Porra, estávamos a pagar pouco e..... mandei agua e os pelos saíram.... Engoli em seco e segui com a minha lavagem. Fiz bem? Fiz mal? Fiz o que achei correcto naquela altura. Não queria arranjar chatices naquela noite e..... os pêlos já estavam no ralo e pronto (Não me voltem a lembrar que passei pro isto.... Por favor!).

Saímos do Hotel tarde, eram umas 2 da manhã mas, era felizmente chegamos rápido ao Príncipe Real. A ideia inicial era irmos para o Trumps todavia, havia uma festa de lésbicas e então resolvemos ir para o Construction que estava a fazer a festa do seu 3ºAniversário. Começamos a ir para a porta do Trumps e vimos montes de miúdos! Felizmente tínhamos tudo combinado para irmos para o Construction. Pusemo-nos na fila e ele começou a torcer o nariz e a dizer que os homens eram muito mais velhos e que isto e aquilo! Quando estava quase a chegar a nossa vez para pagar a entrada, viemos-nos embora com destino ao Trumps e.... MEU DEUS! A fila chegava à esquina, no início da rua! Estava uma fila enorme, cheia de gente, tudo para entrar no Trumps!!!!! Meu Deus! E, ainda por cima, aquilo tudo para uma festa de lésbicas.... Ficamos então na fila para apanhar a maior seca das nossas vidas e que não serviria para nada!

Enquanto estávamos na fila, descobrimos que a hora tinha mudado, portanto eram 3:30 e estávamos a anos-luz de entrar! Quando estávamos a chegar à porta, começamos a perceber de um zumzum que nos deixaria fodidos - O Trumps estava lotado e que só entrariam as mulheres! O QUÊ?! UMA SIM UMA HORA DE ESPERA PARA SER BARRADO POR SER HOMEM?! À nossa frente havia um grupo de 4 mulheres com uns 40/50 anos no qual pedimos para elas dizerem que éramos os seus acompanhantes, no qual elas recuaram no imediato. Contudo, começamos a perceber que havia um grupo de jovens, com uns 18 anos à porta e havia uma bichinha-saltitante a tentar arranjar cunha para entrar ele o todo o seu grupo. Pôs conversa com o grupo feminista que estava à nossa frente para as tentar convencer.... Não conseguiu, obviamente. Saímos da fila como de cães nos tratássemos, por uma moça arrogante que mostrava orgulhosamente besta o seu cabelo azul e ar de dona-disto-tudo. Eram 4 e meia da manhã e estávamos na rua, sem aproveitar nada da noite! Resolvemos, por minha iniciativa, voltarmos para o Construction.

Quando estávamos na esquina onde começaria a fila há um tempo atrás, encontramos 2 amigos da pessoa que estava comigo. Eles disseram que estava tudo cheio, tudo a arrebentar pelas costuras e que, eles tinham saído agora do Construction e que lá não se podia estar pois estava super cheio e ninguém conseguia dançar mas.... nós tínhamos de aproveitar a noite. Acabamos por saber que, a única coisa que estava aberta de domingo para segunda-feira era o Finalmente.... todas as discotecas estariam fechadas. Enquanto falávamos chegaram ao pé de nós um grupo com uns 6 homens entre os seus 25/30 anos e nessa altura estávamos a criticar o Trumps, um gajo ouve e diz:

Bêbado: Nunca na minha vida fui barrado numa discoteca! Tenho de vir a Lisboa para ser barrado numa discoteca gay por um gay maior do que eu, caralho!
Meu companheiro de quarto: Eu vim do Algarve... e nós também não entramos...
Bêbado: Nós somos de Castelo Branco e não entramos, fodasssssseeeeeeee

Entretanto veio um busca-lo e acabou aquela cena sexy/estranha lol O bêbado era jeitoso lol

Voltamos para a porta do Construction e não havia volta a dar... Entramos na pequena entrada, pagamos 10€ cada um e fiquei com uma senha que se podia dividir ao meio, pois tinha um picotado em que ambas as partes tinha o mesmo número - 13831. Passamos outra porta e ao nosso lado estava uma fila enorme para bengaleiro, avançamos e pusemos os casacos à cintura. Fomos para o bar e ai pedi uma coca-cola e arrancaram-me metade da minha senha inicial... não pedi outra coisa pois não percebia bem como funciona aquilo. Com quem eu ia pediu uma Cidra e ficou sem senha nenhuma..... enfim, avançando! A uns 2 metros há portas que dão acesso à pista de dança e..... meu deus, que medo de entrar lá! Estava completamente cheia! Imensa gente! Mas, quis lá saber, pus-me a furar caminho e atrás de mim o outro.

O Construction é considerado por muitos, uma discoteca pesada pois é vocacionada para homens mais velhos e tem quarto escuro no último piso, contudo, senti-me como um peixe na água.

Não achei o ambiente mau, tal como tinha na cabeça. Havia muitos homens lindos - Com cerca de 30 anos, musculados/definidos e com barba ou sem barba...... hmmm - fantástico! Já não íamos aproveitar muito, cerca de duas horas e meia, pois fechava excepcionalmente às 7 da manhã! Fartei-me de dançar, contudo dançava para mim! Enquanto o outro não parava de olhar para os gajos eu dançava a olhar para o chão.... estava na minha e a curtir aquilo à minha maneira. Verdade seja dita, não me senti apalpado todavia, senti cotoveladas/ombradas algumas vezes. O que fiz? Caguei e mantive-me na minha. Dancei onde? Na pista, nas escadas, na varanda do 2ºpiso e na sala do bar do 2ºpiso. Tive muito perto das escadas de acesso ao 3ºandar (quarto escuro). Tive curiosidade? Claro que sim, contudo não tive coragem para ver o que lá se passava. Havia um sujeito, muito eclético que estava ao inicio das escadas. Estava muitíssimo bem vestido, bom porte, etc..... mas credo, fazia sinais a todos (acabamos por vê-lo no domingo de manhã... Lisboa é uma aldeia!)!... Na pista de dança o meu radar detectou o actor Miguel Damião (local que eu já sabia que frequentava, pois escrevi-o aqui ), fui logo dançar para ao pé dele lolol Também detectei lá o meu tio-paterno e ainda vi, logo no início da nossa entrada na disco, o grupinho de miudagem que estava no Trumps. A bichinha-doida que vou simpaticamente apelida-la de puta-com-300-mil-Quilómetros reconheceu-nos e pediu-nos logo o nosso facebook e tal e coisa, lá lhe demos. Ao longo da noite ela vinha ter connosco, feito borboleta incandescente até que, quando já estava num estado de embriaguez tal que resolveu dar-me concelhos, enquanto estava a dançar nas escadas que dão acesso do 1º para o 2º piso, eis parte da pérola:

Putinha:  Estás a cometer um erro fatal....
Eu: Então porquê?
Putinha: Nunca venhas de camisa branca. Ouve, adoro o corte da tua camisa... a gola então é lindíssima mas vir de camisa branca é um erro fatal...
Eu: *Mostrei-lhe o dedo do meio* Estou-me a cagar! Sei que estou óptimo, super bem vestido. Sinto-me lindamente!
Putinha: Sim, estas, mas não vais conseguir nenhum homem..
Eu: Eu venho praqui para dançar e já agora, tu já arranjaste quantos?
Putinha: Não estamos a falar de mim.... Eu, por exemplo, venho de polo branco.... é que assim, eles ficam na dúvida se és um miúdo ou mais velho.....
Eu: Quero lá saber! Eu estou fantasticooooooooo

A puta desistiu -,- Já me pediu amizade no facebook, mas não me apetece adicionar o tipo que poderá ser a mais recente puta de Lisboa! Quem é que também estava na discoteca? O tal grupo com o bêbado. Numa parte da noite, estavam eles sentados nas escadas e nós que íamos subir para o 2ºandar, o bêbado reparou em mim contudo quis conversa e eu segui, ao subir ele deu-me uma (há que dizer a verdade) valente palmada no rabo, obviamente que não iria dizer nada..... enfim.... lol

Pontos negativos: O tabaco. Fiquei com a rouba a cheirar a tabaco de uma forma que não podem imaginar. Lá não senti que fumasse muito, mas a minha roupa denuncia-me. Aquela malta para além de parecer uma chaminé, bebem muita cerveja e parecem-me sóbrios. Não frequentei a casa-de-banho porem pareceu-me ser impossível mijar lá.... O DJ residente (Erik Lopez) é um poço de arrogância que me deu vontade de lhe dar um par de estalos!

Pontos positivos: Senti-me na praia. Apesar de ter havido olhares repressores da minha presença, eu não lhes mostrei que ficava afectado (e não ficava mesmo LOL). Dancei à minha vontade/vontadinha e não me senti comido por ninguém (também não estava a ligar nenhuma). E.... o Sandro Roma foi destronado,  como a puta-fina-gogo-boy, agora tenho outro..... credo, aquele homem tem um corpo divino (não sei o nome dele... ainda XD)!

Saimos de lá às 7h e fomos ver o Miradouro de São Pedro de Alcantra.... Infelizmente vimos de perto o incêndio de uma casa de voluto perto do Príncipe Real.... A minha roupa, para além de cheirar a tabaco, cheirava a incêndio!

Fomos tomar o pequeno-almoço ao Pingo Doce e depois, cama!

(Vou já saltar para a parte da noite... apetecia-me conta-vos que tive de ficar a ver o jogo Alemanha-Geórgia enquanto o meu companheiro de quarto dava uma...... enfim, ai percebi que não era meu amigo, era apenas uma pessoa que partilhava quarto! Seguindo!)

Abreviando muito as coisas (ficamos perdidos no Bairro Alto, discutimos, etc etc etc) chegamos ao Finalmente, afinal é super perto do Construction. Quando lá chegamos um brasileiro disse que custava 7€! Sim, a entrada para ver um show decadente de travecas septuagenárias a fazer karaoke do pior, custa 7€, independente da idade e da hora que se vá lá.... Obviamente que nos recusamos a lá ir. Queria ir ao Woof, pois é frequentado pelos jogadores de rugby gay, mas acabamos por ir ao Bar 106.

As más línguas dizem que é um bar de engate para idosos com uma reforma mínima, contudo, pareceu-nos tudo menos isso! Domingo é dia da mensagem e, quando entramos, colaram-nos ao peito um número, o meu foi o 45. Segundo percebi ao longo da noite, caso alguém quisesse dizer-me alguma coisa, escreveria num papel alguma coisa e seria fixado no quadro de cortiça a mensagem fechada, com o meu número para depois ir lá buscar.... Ninguém me escreveu nada :( lol O que bebi, uma caipirinha que em custou 4,50€ apesar disso, estava muito boa. Muita daquela gente tinha menos de 30 anos, quem tinha mais de 30 era pessoal muito bem parecido (quem diria que já andei aos beijos com um tipo de 40 anos há uns meses valentes atrás? Há gajos com 40 super bem conservados e lindos de morrer)! Ao nosso lado estava um casal de gays/par de amigos em que um deles era simplesmente...... UHAU! Usava uma T-shirt em que se notava os peitorais..... Meu deus! Ou aquilo era das luzes, ou o homem tinha peito...... =D Lindo de morrer. Pouco depois de irem embora, nós também fomos embora.... Aquilo não atava sem desatava, havia uns gajos a olhar mas não eram nada de jeito, fomos embora.

Pontos positivos: Senti-me confortável. Quem estava à porta e no bar, eram pessoas acessíveis. Pelo que percebi havia limpeza e bom ambiente.


Com este fim-de-semana gastei uns 100€.... mas diverti-me, vivi coisas novas e é para repetir... Infelizmente a companhia não foi a melhor.... Mas o saldo foi claramente positivo!


Hoje faço 23 anos. Vocês sabem o quanto ODEIO receber os Parabéns! Eis o meu TOP3 de ódios:

1º - Fazer Anos
2º - Ano Novo
3º - Natal

São datas hipócritas.... existimos todo o ano, porque raio é que só nos falam nesta altura? Porque têm um lembrete no telemóvel? Que se fodam! Por isso, nenhum amigo sabe a minha data de anos... As 2:08h, estava eu a ler o fim do meu livro, quando liga-me o meu melhor amigo. Eu já o conheço e não atendi e perguntei o que se passava e disse que queria-me dar apenas os Parabéns.... ignorei-o lol As 8:10h vem a minha mãe "Parabénsssss" eu "Já devias saber que detesto que me dêem os Parabéns.....!" ela "Ah pronto.... olha, esqueci-me....." E pronto. Felizmente não me comprou bolo (como já tem vindo a acontecer há uns anos!)! YUPI o dia até me correu bem xD

É um desperdício. Aqui, eu, na flor na idade com os meus belos 23 anos e.... solteirooooooo! =(


Beijinhos e portem-se mal!! ;)