Queres enviar um comentário longo, desabafar, ou simplesmente conversar? Escreve para o meu e-mail: adolescentegay92@gmail.com

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Assobio gay!

Olá!

Na semana passada, tive um piropo na rua. Fui assobiado de forma... constrangedoramente gira mas, já lá vamos (processar por um piropo? Pelo amor de deus  - quem aprovou tal coisa tinha falta de sexo! Ainda mais falta de sexo do que eu - agora imaginem! Ahahahah)!

Nada melhor que começar o dia nas Finanças e lá, perder imenso tempo. Quando consegui despachar-me fui para o metro (com chuva) e, tive uma miragem do Olimpo! Um jovem, com uma camisola com capuz mas sem mangas... a notar-se cada músculo do braço..... OMG! Visto que ele vinha atrás de mim, resolvi ir atrasando o passo para conseguir vê-lo mais de perto. Já na plataforma, ele estava sentado e fui ter à direcção dele mas..... meu deus - naquela carinha era impossível ter mais uma borbulha - tinha a cara vermelha de tantas borbulhas; credo, a puberdade foi horrível para algumas pessoas. Já dentro do metro, não parávamos de nos olhar mas, durou pouco tempo - saiu na paragem a seguir! =(

Uns dias antes, tinha marcado um almoço com um amigo meu - já não estávamos juntos desde o Arraial Pride e, resolvemos encontrámo-nos para falar das nossas vidas mas, foi o oposto. O objectivo era irmos almoçar à faculdade dele (pois era mais barato e bem servido [mentira, mas já lá vamos lol]) e irmos falando. Chegamos lá num ápice e, o que deu para falar no caminho, foi banalidades. Lá tinha que se encontrar com uns colegas que... acabaram por almoçar connosco! Ya, era para ser só nós dois e os colegas dele comeram connosco, com a vantagem deste meu amigo ter logo dito a eles que eu era gay.... fiquei constrangido mas, agi com naturalidade (que outro remédio tinha?!).

Onde fomos comer, por 2,50€, foi horrível... mas teve que ser. O grupo até se tornou fixe - éramos 3 gays e duas heteros e, durante todo o almoço, falamos sobre... depressões! Uma das heteros, com 33 anos, estava a dizer que estava medicada e que o companheiro dela não a percebia. Eu comecei a concordar com ela e, ambos, começamos a enumerar os efeitos secundários da medicamentação (como diria a tia Maya) e, um deles, é a falta de libido durante bastante tempo. Durante a conversa, percebi que o companheiro dela também já tinha tomado Fluoxetina. O resto das pessoas, tentavam compreender os efeitos secundários e faziam-nos perguntas; nós, íamos naturalmente respondendo a tudo, sem complexos!

Quando íamos para a faculdade onde íamos almoçar, ele sai-se com esta "Tu estás igual". Eu fiquei WTF!!? Odeio que me digam "Estás igual." e perguntei-lhe se "estar igual" é bom ou não, visto que já várias pessoas me disseram isso... Ele responde: "Não é bom nem mau... estás igual.".... Já sabem como sou, fico logo de orelha em pé!!...  E ele continuou: A mim dão-me trinta e tal anos e tenho 24.... Eu respondi: Pois, mas isso é da tua barba, tatuagens, ar sisudo!... Pronto, já sabem - estou igual!! -,- Grrrrrrr!!

Já no fim do dia, estava eu a ir para a paragem do autocarro, para vir para casa e "tudo aconteceu"! Estava eu a atravessar calmamente uma passadeira (que estava sinal verde para os peões) e, de repente chega ao pé de mim um carro com alguma velocidade... (Épah, assustei-me lol) e ele pediu desculpa e avancei. Estava eu a chegar ao fim da passadeira, ele segue com o carro e, quando está a passar por trás de mim, assobia... mas não um assobiou qualquer - era um assobio de engate (este assobio aqui)! No momento, apeteceu virar-me para trás e olhar para o homem mas, com medo de que ele estivesse a gozar comigo, não o fiz e continuei em frente. Mas, parecendo que não, acabou por animar o meu final de dia! =)

Porque esta música vem mesmo a calhar (e é bastante gira)! XD




Beijinhos e portem-se mal!! ;)