Até 27 de Outubro, participa por e-mail, no passatempo "The Lingerie Restaurant", serão oferecidos 2 jantares duplos: um em Lisboa, e outro no Porto! Boa sorte!

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Circo Chen

Olá Olá!

Domingo passado, fui com a minha mãe ao circo Chen. Já não ia ao circo há uns 10 (ou mais) anos! Eu ainda sou do tempo (adoro esta frase), que esperava ansiosamente que viessem os homens do circo, pôr à volta do palco, umas grades - significava que vinham leões! Lembro-me também dos elefantes e dos cavalos... enfim, coisas que todos nós ainda nos lembramos de ver no circo.

Agora, o circo está muitíssimo mais pobre. Sim, sinto falta dos animais mas percebo, naturalmente, o motivo pelo qual já não estão no circo mas, essa mudança radical no espectáculo deveria traduzir-se numa melhor performance dos artistas. Ora, quando tiram os animais e a qualidade dos artistas é má, o circo torna-se um espectáculo deprimente do início ao fim. Circo Chen, a não repetir!
Clica na imagem para a veres no tamanho do teu ecrã!
Bom, primeiro a tenda deste circo ficava no "cu de Judas" e ao lado de um bairro muito pouco... simpático! Lá fomos, compramos os bilhetes (que não estavam em saldos, note-se!) e esperámos que a nossa sessão começasse ora, aqui viu-se uma completa desorganização! Facilmente pessoas sem bilhete (ou simplesmente, mal intencionadas) conseguiriam entrar... depois uma confusão com as portas para entrar no recinto... enfim, não havia qualquer segurança ou logística naquele período.

Entramos e conseguimos uns lugares bem próximos ao palco (onde estava o dono, Miguel Chen), apesar da minha mãe dizer que seria mau mas, com o tamanho do palco, vi logo que não haveria muitas acrobacias... Não vou estar aqui a detalhar todos os artistas mas posso dizer que foram maus.

Mais de metade do espectáculo é feito pelos palhaços, que não têm piada alguma. Bom, talvez as crianças consigam rir mas, os adultos, não o faziam - números constantemente repetidos ao longo dos anos mas, felizmente, não houve a clássica flor que mandava água a quem a cheirasse. Os palhaços não eram divertidos onde, inclusive actuava o mais antigo palhaço em exercício - com 76 anos de idade - o Emílio (depois de aqui ler a história dele, fiquei obviamente tocado mas há que ser real, ele não tem piada). E, este, vai constantemente buscar uma jovem ao público mas que na realidade também é artista... o improviso que nos é mostrado, não passa de algo bem ensaiado (enfim, pelo menos não nos revelariam no final a rapariga que sempre foi chamada é, afinal, cantora).

Sobre os restantes artistas, eles pouco actuam. A maior parte tem um número de 15 minutos e mais nada. Também há artistas que se enganam, ou deixam cair algum objecto (pode acontecer, é normal) e não voltam a repetir aquela parte ou um pedido de desculpas - deixam cair peças e.... continuam como se nada fosse. Não gosto, parece-me que não respeitam o seu ofício nem quem paga bilhete.

Tenho de terminar por falar em homens giros e musculados - ahahahah! Certamente perguntaram-se quem era o tipo incrível na foto acima... e eu respondo: não sei. Esperem, até sei - um dos artistas do circo Chen... mas do ano passado! Sim, este ano eram todos gordos (ainda mais do que eu, agora pensem!). Logo para abrir o espectaculoso, o malabarista que era jovem (uns vinte / trinta anos), tinha barriga (logo aí fiquei desgostoso mas vá lá que tinha um palmo de cara!). Já na abertura da segunda parte, houve um português que me partia todo (se ele quisesse, óbvio), de seu nome... Sérgio (ai que já me estou a arrepiar todinho). O Sérgio era feio maaas tinha um corpo celestial: uns braços... ui; um peito... ui; uma barriga... ui! Aquele homem, com um saco preto na cabeça, era incrível para mim! E sim, quero um homem como o da foto para meu namorado, se faz favor, é que só falta um mês!! =D

Por falar em circo, eis uma música que é uma palhaçada. Bom, pelo menos deu para eles encherem a cara de botox! É tão mau, tão mau, mas tão, que é digno do Arraial Lisboa Pride!!! Já'sus!!!




Beijinhos e portem-se mal!! ;)