Dia 2 de Junho, acontecerá o 9º Jantar Anual da Blogosfera! Para mais informações ou inscrições no jantar, enviem-me e-mail: adolescentegay92@gmail.com

terça-feira, 10 de abril de 2018

À descoberta de Lisboa 5/8

Oi!!!!

Hoje vamos até ao Miradouro de Santa Luzia! Depois de ter passado pelo Miradouro das Portas do Sol (perto da Sé), subindo a Rua do Limoeiro (em direcção ao Castelo), encontramos este belíssimo local, repleto de turistas! Este espaço é maravilhoso, mais que não seja, pela piscina!! =P
Miradouro de Santa Luzia
Ao centro do jardim de buganvílias, encontramos o busto do olisipógrafo Júlio de Castilho, e por trás deste, estão dois painéis de azulejos (fabricados pela importante e tradicional Fábrica de Cerâmica da Viúva Lamego): um ilustra a conquista do Castelo de São Jorge em 1147 e, o outro, a Praça do Comércio antes do terramoto de 1755.

As videiras que trepam a pérgola, oferecem sombra na plataforma superior, enquanto na plataforma inferior, fica-se ao sol junto de um espelho de água (que num dia quente, dá vontade de mergulhar!).

Existem outros pequenos azulejos com figuras geométricas, que forram os muros do miradouro! =)
Igreja de Santa Luzia
Junto ao miradouro, fica a igreja de Santa Luzia. Esta igreja, que dá nome ao local, foi construída pelos Cavaleiros de Malta, durante o reinado de D. Afonso Henriques. O edifício actual data do século XVIII, e foi remodelado após o terremoto de 1755.

O interior da igreja tem a forma de uma cruz latina e apenas uma nave, onde se destacam 10 túmulos, com inscrições em português e latim, que são considerados como Monumento Nacional.
A vista do miradouro de Santa Luzia
Este miradouro, em virtude de ficar numa posição mais elevada que o das Portas do Sol, permite-nos ter uma melhor vista sobre o bairro mais antigo de Lisboa: o de Alfama. A vista panorâmica, permite ainda ver entre os telhados, a cúpula do Panteão Nacional, a Igreja de Santo Estêvão, e a Igreja de São Miguel. Recomendo-vos apreciarem a vista, mas sentados nos bancos decorados de azulejos.

O grupo alemão Dschinghis Khan, teve dois períodos de existência. O primeiro, decorreu entre 1979 e 1985 e, só voltaram, devido ao sucesso da Internet. Voltaram a actuar a 17 de Outubro de 2005, no Olimpiyskiy Arena (Rússia), num certame de músicas disco dos anos 80. O grupo, ainda hoje actua!




Beijinhos e portem-se mal!! ;)