Neste mês do Orgulho Gay, revelei NOVIDADES com 2 novas Parcerias com instituições LGBT's portuguesas! =D

terça-feira, 22 de maio de 2012

Humanoíde

Boas noites caríssimos e caríssimas :P

Somos de que mundo? Somos mamíferos?... Somos de uma raça chamada “humana”, certo? Pois bem, e eu, pelo que sei, também sou Humano. Prontos, uns são cabras, cobras, e outros são peixes-palhaço, bois e outros são Humanos. Eu sou Humano. O que distingue o Homem das outras raças?... Muita coisa mas, somos a única raça que pode ter relações sexuais todo o ano; temos relações sexuais por prazer para além de procriar e somos preconceituosos.

Sou – pelo menos, sinto-o – que sou Romântico. Não no sentido piegas do termo, mas no sentido “humano” – (ainda) penso que há pessoas boas, (ainda) penso que o Mundo pode mudar, (ainda) penso que as promessas são mantidas, (ainda) penso que os amigos são verdadeiros e penso que existe o Amor.

Na busca constante do “ser pensante” pela felicidade, eu como um deles, busco-a. A felicidade para mim, está muito para além de um orgasmo seguido de ejaculação. Sou feliz em estar com amigos, sou feliz em ir a praia, sou feliz a ter uma boa conversa – culta, motivadora e bem humorada – sou feliz a ver a rua através do vidro do Autocarro da CARRIS… A felicidade para mim, neste momento, está em todo o lado e não apenas no Mundo Sexual.

Não tenho vontade Sexual? CLARO! É prioritário? Não. Quero encontrar alguém que me faça feliz… também com as “pequenas” coisas… Tenho orgasmos de prazer num dia estorricado ao Sol, Tenho orgasmos múltiplos em ter uma boa conversa…. Tenho prazer!

E o sexo? Bem… como é conhecimento geral (lol) a minha virgindade não me permite profundas conversas sobre o “Namoro”, mas sei a sua definição e lá, não entram certas raças de animais. Não escolhi ser Humano, mas posso escolher ser cabra ou boi. Tudo há dois lados… o esperto e o burro, o activo e o passivo, mar e terra…

Não tenho experiência sexual e isso é motivo de rejeição?

Há escolhas e nós diariamente fazemos escolhas… e há umas mais fáceis que outras. Como diz o Dumbledore “Vamos ter de escolher entre o certo e o fácil”. Eu, escolho pelo certo – escolho ser Humano e não ser um Animal. Eu sou um eterno apaixonado… apaixono-me pelas pessoas… Tenho Amor pelas pessoas, coisas e situações. Amo. Na minha vida tive duas grandes paixões (digo isto porque já lá vão uns anos e percebo que ainda os Amo) – o “Estudante” alcunha que quero dar ao 1ºHomem que beijei… e ao “Advogado” – o Homem que me fez crescer. Em ambos tive desilusões. Pior foi com o “Advogado” que apareceu 2 anos após nos termos conhecido. Agora parece-me que me voltei a apaixonar (parece-me porque ainda não houve a tal distancia que me permite dizer que foi Paixão”) e… nova rejeição.

Ninguém gosta de ser rejeitado, mas bem…. Sou Humano, não Animal.

Faz-me lembrar quando tava a procura de emprego – ninguém me queria porque não tinha experiência – se ninguém acreditar em mim NUNCA irei ter experiência!

Segundo o meu tio gay, eu mostro demasiado os sentimentos e que, se os outros jogam, eu também deveria jogar – o Jogo da Selva! Mas repito, não sou cabra.

Por aqui ando… em busca de uma felicidade Humana com ajuda não-divina. Procuro a Felicidade Sexual, mas não a troco de pívias. Quero um homem. Todos nós somos substituíveis… eu acho que não, pelo menos, falo na minha visão. Todas as pessoas com quem tive: que amei ou odeio.. têm um lugar no meu coração, todas elas me fizeram crescer. Esta rejeição fez-me reflectir sobre os Animais e não tenho pena dos bois.

Acho que, todos nós vamos encontrar alguém da mesma raça que nós! Eu, prefiro Homens do que animais – a Zoofilia não me cativa nada! Já tive encontros com vários homens, de todo o tipo e de vários estatutos sociais e uns mais belos do que outros. De Jornalistas, Diretores de Empresas, Actores, Seguranças, Estudantes… E, com todos eles aprendi muita coisa. Eu busco a felicidade Humana.

Não estou morto e como tal hoje tive que aliviar a cabeça e fui com um amigo meu ao Príncipe Real – gosto de lá ir para descontrair – aquele jardim faz-me milagres! E lavei os olhos, oh se lavei! Havia um tipo na esplanada do café bem giro e outro, encostado á parede a olhar para mim… Olhamo-nos e fui-me embora. Já no metro, tive a olhar para um Executivo….

Para o jogo da vida as dados estão lançados, mas cabe a cada um de nós, jogar da forma que bem entender.


Eu sou Humanoíde, desculpem-me.


Beijinhos e portem-se mal!! ;)