Neste mês do Orgulho Gay, revelei NOVIDADES com 2 novas Parcerias com instituições LGBT's portuguesas! =D

sábado, 15 de agosto de 2015

Eu não quero perder

Boa noite.

Antes de mais, obrigado por tudo aquilo que têm-me dito... são uns queridos... =)
Obrigado!

A minha vida continua uma montanha-russa.... cheia de problemas e com momentos felizes (todas as pequenas coisas fazem-me acreditar que tudo irá melhor [esperança, talvez]).

Faz hoje uma semana que vi, incrédulo, uma noiva a entrar na faculdade de direito de lisboa. Pensei, "A vida continua." Por mais coisas que a vida/destino/Deus ou apenas nós próprios, nos ponha à frente, sejam elas o que forem, cabe a nós vivermos com elas: Se a vida te dá limões, faz limonada. Esta simples dedução é difícil de compreender quando nos aparecem à frente limoeiros infinitos e, nós, sem saída. Graças aquela noiva percebi que, por mais coisas que possam acontecer, tudo terá solução - pode não ser a que quero, mas terei que viver com o que acontecer mas, sempre, com o objectivo, de melhorar - não quero perder. Perder batalhas sucessivas, não significa que se perde a guerra e, a guerra, é a vida. Fazer limonadas não é fácil, ao trabalhar os limões, ferimo-nos e, aí, nada nos resta para além de nós mesmos - nossa integridade, honra, orgulho e, também no meu caso, arrogância. Chora-se muito, sentimo-nos a avançar em contra-mão, somos postos de lado ou, simplesmente, nos pomos à parte. Seja como for - fazer limonadas não é fácil nem desejável, mas é o que tem de ser feito.

Esta semana, tive momentos altos de felicidade patética, e quedas para um abismo desesperante de tristeza guerreira - não baixo os braços, mesmo que isso me traga dissabores. Se quero as coisas bem feitas, tenho de ser eu a fazê-las. Se isso me faz, a olhos dos outros, naife... temos pena. Farei, sempre, o que acharei certo, naquele momento.

Percebi que, dar por perdido o que nunca foi nosso, traz-nos conforto e faz-nos concentrar no que realmente importa: Irei sair desta casa fantástica mas... também, nunca gostei do meu bairro - mudar-me será uma bênção; O meu ex tem fama, nos empregos que teve, de aldrabão... sinto-me mais reconfortado - afinal, não sou o único a sabe-lo; Daqui a um mês, estarei na faculdade... a minha vida tem de continuar - até porque, eu não quero perder.

No meio de tudo isto, o que me faz limpar as lágrimas e, sempre, seguir em frente, é a determinação do desejo de ser feliz com um homem; até porque, é o amor que me dá alento.

Porque esta música é linda e revela tudo aquilo que um dia desejo voltar a sentir - Amor.




Beijinhos e portem-se mal!! ;)