Neste mês do Orgulho Gay, revelei NOVIDADES com 2 novas Parcerias com instituições LGBT's portuguesas! =D

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Eu voto Livre!

Olá!

Segundo as sondagens, há uma percentagem enorme de indecisos para as eleições do próximo domingo. Eu, já sei em quem vou votar - há meses!

Eu sempre votei em partidos de esquerda: votei uma vez no candidato Presidencial do Partido Comunista Português e, votei outras vezes no Bloco de Esquerda. Com o surgimento do Livre, e ingresso da Ana Drago (e de outros) nesse novo partido, fiquei com o meu voto decidido. Já tinha votado neles nas Europeias e, no próximo domingo, irei repetir a minha cruzinha.

Porquê?

O Bloco, está-se a tornar igual ao PCP - partidos anti-governo. É necessário haver um partido-bengala, na esquerda (visto que o CDS já faz esse trabalho na direita e com sucesso). O Livre, pelo que parece, está disposto a coligar-se ao Partido Socialista e, assim, puxar algumas coisas para o lado esquerdista e não para o lado do centro-direita - coisa que o PS tem feito nos últimos anos.

Dou uivos de alegria só de pensar que o Cavaco vai deixar de ser Presidente mas, tenho um medo: quem o irá substituir? Não votarei Maria de Belém, isso é certo. Caso não apareça nenhuma figura marcadamente de esquerda, terei que votar Sampaio da Nóvoa (apesar de não ser bem o que procuro). Se o Marcelo se candidatar? Também sou capaz de votar nele, só para ver se ele implementará o que tem dito há anos nas televisões!

Há que votar nos que roubam menos... porque todos roubam! - frase dita por uma colega minha que, trabalhou no Borges e Irmãos, banco comprado pelo próprio avaliador (BPI), no tempo do governo de Cavaco Silva. Ela lembra-se, dos almoços que todos eles tinham nos restaurantes de Lisboa e, que se fazia tudo às claras. Também todos nos lembramos que, o Pavilhão Atlântico, foi comprado pelo genro do Cavaco Silva. Genro esse que, nos tempos que trabalhava numa rádio, não tinha onde cair morto!

Há é verdade, já me esquecia - o Passos Coelho! Ele que era o mais africano de todos os candidatos, morava em Massamá e a sua mulher trabalhava com crianças... Pois, a mulher dele era domestica e, quando se tornou Primeiro-ministro, tinham que lhe arranjar algum trabalho "bonito". Viver em Massamá? Ele agora vive num condomínio de luxo, em Lisboa, em que o ordenado dele, não lhe permitiria tal aquisição. Sim - ele ROUBOU, como todos os outros!

Domingo, votem na esquerda - seja ela qual for!

Raquel Varela, a falar sobre o (ainda) actual Primeiro-ministro.




Beijinhos e portem-se mal!! ;)