Em Setembro, há NOVIDADES! Nova Parceria, Passatempos, e o início das inscrições de mais um evento da blogosfera portuguesa! =D

segunda-feira, 22 de junho de 2015

85ª Feira Livro

Olááááááá!!
Este fim-de-semana esteve imenso calor! Chiça!

Hoje falarei do sábado, dia 6 de Junho. Dia esse, em que fui à feira do livro, participei numa manifestação comunista, dei dinheiro a ganhar à Starbucks e ainda, foi o dia em que me apaixonei! Verdade, tudo no mesmo dia! xD

Este ano tínhamos decidido ir à feira do livro. A televisão falava diariamente daquilo e resolvemos lá ir e passar um dia diferente! Chegamos (eu e minha mãe) à feira, eram umas 11horas e aquilo estava apenas a abrir.... Livros, esses, eram caros. Provavelmente, só no último dia é que baixam os preços mas, uma coisa era certa, os descontos eram de 1 ou 2 euros - que vergonha! Começamos pelo lado da "Chiado Editora" e começamos a subir. A feira, pelo menos foi o que nos pareceu, estava concebida para o público infantil-consumista. Subimos e subimos - fomos ter ao jardim Amália, jardim esse que ela não conhecia. Tivemos lá a vaguear um pouco e, de facto, aquele "lago" ao pé da esplanada, é maravilhoso! Voltamos a descer, mas pelo outro lado e, imaginem - mais do mesmo - criancinhas intempestivas e com sede constante de consumo e livros caros! Claro, não faltam gays, bichas e casais às compras. Sim, porque gay que é gay, é intelectual (ou finge!)!

Depois de termos ido ver a feira, era a vez de irmos almoçar ao renovado "The Great American Disaster" (vocês sabem o quanto adoro lá ir! [local que ela não conhecia]), mesmo com vista para a rotunda do Marquês de Pombal e parque Eduardo VII. Quando lá chegamos (ela também não o conhecia lol), o restaurante estava praticamente vazio, o que possibilitava lugar à janela... escolhemos para entradas, 2 pães d' alho com queijo 1,10/cada... quando vieram, não quisemos acreditar! Os pães são pequeníssimos e pouco gosto tinham - não voltarei a pedir tal coisa! Depois, a minha mãe, comeu a pizza Hula Hoop 6,80€ (com cerveja 1,25€) e eu comi a já tradicional Litlle Italy 7,30€ (com Ice Tea 1,50€). Pelo que sei, a minha mãe gostou do ambiente e, ainda fomos brindados com a companhia (no restaurante) do deputado comunista, João Oliveira. Há que dizer que ele é muito mais giro nas fotos e na televisão do que ao vivo.... Também no restaurante, apanhamos com um... tótó! Então, o tótó parecia-me, inicialmente, um motoqueiro, mas depressa percebi que era uma bicha cinquentona que fartou-se de fazer exigências - queria uma mesa só para ele, com vista para a rua.... Enfim, um filme....

Acabamos de almoçar e deparamo-nos com muita confusão. Depressa percebemos que havia manifestação na Avenida da Liberdade. Cagamos e seguimos viagem. Próxima estação? Starbucks do Rossio. Então lá descemos e passamos por óptimas lojas (não é que vimos um relógio que custava 25mil euros?! E até que não era feio....) claro que, muitas delas, com segurança à porta.... enfim, a Avenida é um dos sítios mais caros e chiques da Europa, néh?! Chegamos à Starbucks e quis oferecer à minha mãe uma bebida (visto que também nunca tinha lá ido). Acabei por escolher 2 Iced Capucciono Normal Grande 3,05€/cada. Mas, aconteceu-me o que acontece sempre - acho super amargo e lá tenho de pôr carradas de açúcar para estar minimamente bebível! Contudo, apaixonei-me!

Estávamos nós numa mesa redonda, ao pé da porta que dá aceso directo à estação e, eu estava virado para a dita estação (lol) e, quem eu vejo? Só o tipo mais giro do dia! OMG o gajo era divinal - passo a descrever: bombado (OMG!), depilado (não acho piada a homens depilados [ficam menos viris], mas neste até que não fica mal), tatuado (bad boy!)... pena era parecer muito jovem mas, até que "no todo" era bastante aprazível aos olhos! =) Eu, admito, não parava de olhar para ele. Objectivo? Encontrar defeitos! Consegui? Não! =) Entretanto saímos e ele, passado um bocado, entre na starb... mas, ainda cruzamos um olhar "daqueles"! Porra, porque sou tão conas? Odeio-me! lol Nunca irei ter ao meu lado um homem destes..... mas sonhar não custa....

Entretanto, voltamos a subir a avenida, pelo lado da Prada. Subimos, subimos e vimos - ia começar a manifestação. Pusemos-nos à sombra para ver o "espectáculo". Em suma - imensa gente. Sem dúvida, eram milhares de pessoas, de todo o país. É indiscutível a capacidade organizativa do partido comunista..... fantásticos!!!! Até eu já começava a ter linguagem contra os "grandes capitalistas".... contudo, cheguei a casa, tomei banho com um bom esfoliante e a coisa passou-me! Graças a deus!

Antes ser pobre do que comunista! Jamais irei renunciar à qualidade de vida. Credo!

E porque faz-me lembrar o sujeitinho...



Beijinhos e portem-se mal!! ;)