Até 27 de Outubro, participa por e-mail, no passatempo "The Lingerie Restaurant", serão oferecidos 2 jantares duplos: um em Lisboa, e outro no Porto! Boa sorte!

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Não repetir!

Boas!

Faz hoje duas semanas que tive uma noite para esquecer. Ia sendo roubado, jantei num restaurante péssimo, estive num bar a ver NBA e recusei-me a pagar um dinheirão, para entrar numa discoteca da moda!

Irei começar pelo início. Lembram-se deste texto do ano passado? Pois bem, este ano a AA voltou-me a convidar para os anos mas, a vontade não era muita ou mesmo, nenhuma. Isto porquê? Fez-me uma que não gostei em Abril mas, voltou a convidar-me para nos anos este ano... não sou pessoa de guardar rancor e, por isso, podia ultrapassar o que tinha acontecido (pensava eu) - assim sendo, confirmei a minha presença neste que, certamente, foi o último ano que fui.

Como sempre, cheguei cedíssimo ao local. Onde era o jantar deste ano? Na Avenida Almirante Reis (Arroios), no restaurante New Wok, onde supostamente serviria comida japonesa. Quando lá cheguei, contactei a aniversariante e, ela disse que estava a chegar, fiquei ao pé do metro de Arroios à espera. Contudo, um jovem com uns 13/14anos, começou a pedir-me comida ou dinheiro... Eu entrei "em pânico" - estava a perceber que ele queria era dinheiro ou roubar-me o que pudesse. "Fodasse! O que faço agora?" Bem, vou para dentro do restaurante... eles têm que salvaguardar a segurança dos seus clientes.... Entrei e o miúdo entrou atrás de mim e continuava a pedir-me dinheiro... dentro do restaurante, os clientes percebiam o que se passava, falai com um dos funcionários (que depois vim a perceber que era o dono) e cagou no meu problema. Pensei em chamar a polícia ou reclamação por escrito mas.... porra, seria ali o jantar da AA e não queria armar confusão... mas também não queria ser roubado! Há certos dilemas que só a Maria Helena consegue resolver e, este, é um deles.... Felizmente, o miúdo foi para a parte de fora e eu, sempre dentro... a cena parecia digna daqueles documentários da vida animal.... o predador e a presa.... ele, no lado de fora, a olhar para mim e a andar um lado para outro, eu, dentro do restaurante, quietinho..... E, claro, a passividade da gerência do restaurante! Felizmente a AA chegou.

Comecei rapidamente a perceber que o jantar não era de amigos.... mas sim, de conhecidos. Então, ela convidou umas 50 pessoas! Desculpem-me, mas ninguém tem 50 amigos para juntar num jantar de aniversário! Então, convidou toda a equipa de trabalho dela e assim encheu metade do restaurante.... Equipa que só foi porque ela é a superior... Juntou amigos? Não! Juntou sangue-sugas e eu, fazia parte daquele espectáculo... quando me apercebi, ainda antes de tudo começar, apetecia-me fazer as malas e ir embora, contudo, aguentei.

Fomos comer. Aquilo era buffet de chinês e japonês (afinal não era um restaurante japonês, mas sim, chinês que tem comida japonesa) fui, obviamente, ás peças japonesas, tal como algumas pessoas de bem (já que íamos pagar 13€, que fosse em bom lol). Quando levei à boca a primeira peça, percebi logo que não era fresco! Peças muito maçudas, sem sabor... até o molho de soja era péssimo! Quem notou isto? Todas as pessoas que comeram peças japonesas. A AA, ao ouvir as criticas retorquiu "Ah, eles deviam pensar que vinha muita gente, por isso fizeram muitas." Eu intervir de imediato "E fizeram-no quantos dias antes? Isto não é fresco!" ela lançou-me um sorriso cínico - apeteceu-me novamente ir embora, para ela ver que não me faz por parvo. Todavia, fiquei.

No jantar, e, à minha mesa,  falava-se de hospitais e seguros de saúde e, só me lembrava, o quanto quero fazer o meu... Sei qual é a rede protocolar que quero, agora só falta o pior... =( Bahhhhh! Graças a deus que tinha ao meu lado um gajo giro e que fazia ginásio.... estava acompanhado pela namorada.... mas ele era mesmo giro, porra!
Acabou o jantar e havia de dar vazão a uma quantidade imensa de gente que queria sair. O namorado dela queria ir para os Santos Populares (Alfama), ela, para um bar no Areeiro.... fomos, infelizmente, para o bar. Fui num carro cheio de miúdos... incluindo a condutora. Felizmente, conduzia bem lol.

Fomos para um bar chamado Weekend. O bar não dá nas vistas. Descemos uns 3 degraus, tocamos à campainha e a porta abre-se. É um espaço acolhedor e informal. Tem musiquinha ambiente mas, as pessoas vão para lá para falar e ver televisão que, estava a dar futebol e séries. Tinham uma funcionária brasileira que era muito simpática e profissional contudo, ao longo da noite e, visto que não conhecia ninguém, para além da aniversariante e do seu namorado, sentia-me completamente sozinho. Cheguei ao cumulo de estar sentado, a beber a minha vodka preta, a bater com o pé no chão ao ritmo da música que estava no ar e, com os olhos vidrados no AXN... Sentia-me a mais e só desejava a minha cama, não pelo sono, mas pela companhia da minha almofada! Entretanto, mudaram para a SporTV e estava a dar a final da NBA.... e lá estive a ver a NBA.... Deprimente!

Decidiram ir, depois, para uma discoteca da moda que ficava nas Docas. Fui pagar a minha vodka preta, ao balcão, e quem me atendeu? OMG! O tipo devia ter 1,80, T-shirt branca apertada, biceps com uns 40cm e com um sorriso acolhedor..... Não percebi se era bonito, só olhava para os braços (mas também o que interessa a beleza quando se tem bons braços? LOL).... A vodka tinha-me custado apenas 5€ e ainda recebi um sorriso de um bombadão daqueles.... Tinha compensado a seca! Hora de irmos para a Dock's Club. Contudo não tínhamos (eu e mais 2 pessoas) lugar nos carros, visto que a condutora já não estava capaz de conduzir.... felizmente apareceu um moço que nos deu boleia até lá (moço esse que tinha ido ao jantar).

Chegamos à porta da discoteca e o ambiente não era o melhor. Havia muitos pretos de guetto  e muitas raparigas sem sapatos (era lady's night).... eram umas 3 da manhã e a discoteca estava a bombar. Todo o nosso grupo tinha entrado antes de nós. Quem estava cá fora, era o grupinho que vinha no tal carro, mais a aniversariante e uma amiga dela... eu já tinha avisado que não ia pagar um dinheirão para lá entrar, ao qual ela disse "Ah, o grupo anterior pagou 18€ e eram umas 20 pessoas.... nós vamos pagar menos.." Ok - pensava eu. Altura de entrar e, para minha surpresa, o gajo da caixa registadora pede-me 16€! Fodasse! 16€ para entrar numa discoteca em que só ficarei por umas 2/3 horas e em que o ambiente não parece ser o mais simpático? Virei as costas e vim para a rua. A AA perguntou porque tinha saído (visto que ela ia a entrar) e eu disse que não pagaria o absurdo do valor que me tinham pedido.... ela não gostou, mas foi para lá à mesma. Ainda me perguntou como ia para casa, ao qual retorqui que "Cá me arranjo!".

Felizmente o rapaz que tinha-nos levado até ali, também se recusou a pagar tal quantia e, levou-me até onde eu queria. Agora, estava diante um dilema: apanhar taxi p'ra casa, ou autocarro da rede da madrugada. Resolvi arriscar! Quando o autocarro chegou estava lotado, mas eu entrei à mesma e fiquei logo ali, ao pé do condutor. O cenário era dantesco - pessoal a dormir, outros a oferecer porrada e, ainda havia os sóbrios, que era o meu caso. Em cada paragem, o autocarro tinha algum problema - ou tinham tocado por engano, ou o motorista não parava.... houve um que chegou-se ao pé dele a oferecer-lhe um soco...... credo, e eu quase ao lado...... pânico.  O motorista ainda disse que mais há frente havia uma operação STOP, mas o tipo nem queria saber.... se não fossem outros gajos a porem fora do autocarro, tinha batido no motorista e, aí sim, ninguém chegaria a casa. Inicialmente tinha algumas reticências em ir desta fora mas, percebi que todos queriam o mesmo - chegar bem ao seu destino.

Ao andar a pé até casa, vi o nascer do Sol.... que beleza.
Só faltava mesmo era a companhia de alguém. Enfim.


E porque hoje estou bem-disposto!




Beijinhos e portem-se mal!! ;)