Em Setembro, há NOVIDADES! Nova Parceria, Passatempos, e o início das inscrições de mais um evento da blogosfera portuguesa! =D

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Prós e Contras

Sei que venho um pouco atrasado, no que diz respeito a comentar os “Prós e Contras” do dia 16 de Fevereiro, mas só há pouco tempo o vi por completo.
Bem, devo dizer que até achei um debate fraquinho, estava a à espera de mais gritos e se possível uns murros e assim lol. Mas agora falando a serio, acho que foi um debate muito esclarecedor e importante. Falaram quem devia falar: os homossexuais, mais concretamente, os gays. Acho que não foi um circo, com bichas a destilarem sorrisos para aparecer na TV, acho que foi “serio”. No “lado” a favor, eu já “conhecia” o Miguel Vale de Almeida, acho que já o tinha visto na TV. A Isabel Moreira, pareceu-me demasiado “constitucional”, mas acho que defendeu, muito bem, o nosso “lado”. No “lado” do Não, o Padre António Vaz Pinto pareceu-me ser “demasiado” a favor dos gays, se é que me entendem… e o juiz Vaz Pato, era mesmo um pato, ele nem sabia o que estava a acontecer.
A Fernanda Câncio, não foi convidada, para desfilar no ano passado, na marcha LGBT? Visto que ganhou um premio na ILGA. E que não pode ir (recusou)? Ela estava lá a fazer o que? Ela não é a rapariga que se faz passar pela “namorada” do primeiro-ministro? Tudo bem, ela falou bem, mas não gosto muito dela. Tem um ar muito (pouco) inocente. O Pamplona Corte Real falou muito bem! O Corte Real (presidente da ILGA) falou bem, mas também não morro de amores por ele.
O Eduardo Nogueira Pinto, meteu-me alguma confusão. Quer dizer, era a favor do casamento homo, mas também era contra… não o percebi!
O José Luís Gala (Presidente da Associação União das Famílias Portuguesas), era uma verdadeira besta! Não tem outro nome! O Pinheiro Torres era um anormal!
Tenho de fazer uma referência à Associação “Rumos Novos” (Grupo homossexual católico), o José Ribeiro falou em nome deles. Acho que falou muito bem! Foi a primeira vez que eles deram a cara! Dou-lhes nota vinte!
O historiador Rui Tavares (“lado” do sim), era hetro? Segundo ele é hetro. Mas eu tenho as minhas dúvidas.
No geral foi um bom debate. O que me “preocupou” foi ver muitos jovens de vinte e tal anos, no “lado” do Não! Acho que reflecte a importância da disciplina de Educação Sexual nas escolas e não as doze horas (no mínimo), por ano lectivo, como foi legislado há pouco tempo, mas isso e uma outra conversa.
Beijinhos e portem-se mal!